Skip to main content

Full text of "Metro Brazil - Metro Porto Alegre - 2012-11-26"

See other formats


EASTWOOD 

'Curvas da Vida' 

ATOR VIVE PAPEL 
MARCANTE pág.m 

CREED 

Estreia no Brasil 

ÍCONE DO GRUNGE 
TOCA NO RS PÃcii 




VETTEL E 
TRICAMPEÃO 

ALEMÃO TERMINA GP BRASIL EM 6 o E SE 
TORNA O MAIS JOVEM COM 3 TÍTULOS págs.22E23 



met 

www.readmetro.com | leitor.poa@metrojornal.com.br | www. 




kUii 



gái 



ÊmOÍ 



PORTO ALEGRE ^ 



Segunda-fei 
26 de novembro de 2012 



Edição n^268,feno 2 




MAX: 28°C 
MIN:12°C 



To 



2 .y^rí 



facebook.cóm/metrojornal | @jornal_metropoa 



\3v 




Elano foi decisivo ontem em SC i edu andrade/folhapress 



Grémio vence 
Figueirense 

Tricolor terá de esperar Gre-Nai para 
saber se conseguirá vaga direta à 
fase de grupos da Libertadores pág.24 




Colorado fez feio I CARLOS EDUARDO de quadros/fotoarena 



Colorado leva 
2 a O da Lusa 

Na quarta derrota consecutiva no 
Brasileirão, colorados ouviram vaias 
da torcida no Beira-Rio pág.2o 

Eles resistem 
ao Facebook 

Conheça motivos que levam alguns 
jovens a evitar a rede social pág.o4 




BARRIGAS DE ALUGUEL 

Gaúchas se oferecem na internet, cobram até 
R$ 150 mil por bebé e parcelam em 9 vezes 

Na internet, mulheres de Porto Alegre destacam atributos como altura, cor dos olhos e boa saúde em busca de quem pague por uma criança i gabriela di bella/metro 



02 FOCO 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 

www.readmetro.com 




Parada Livre 



"Eventos como a Parada 
Livre ajudam a diminuir 
o preconceito contra a 
população LGBT." 

MARCELLY MALTA, ONG IGUALDADE 



Hoje, o radar móvel 
do EPTC estará nas 
seguintes vias: 

• Souza Reis 

• Edgar Pires de Castro 

• Bento Gonçalves 

• Diário de Notícias 

• Padre Cacique 

• Senador Tarso Dutra 

• Juca Batista 

• Manoel Elias 

• Borges de Medeiros 

• Ipiranga 

• Aparício Borges 

• Pinheiro Borda 

• Assis Brasil 



De cara nova 



Imprensa. Metro apresenta 
hoje novo projeto gráfico, 
que aproxima ainda mais 
as notícias do leitor e reafirma 
o seu compromisso com 
um jornalismo moderno 
e de alta qualidade 

As páginas do seu Metro de hoje trazem vá- 
rias novidades. É a estreia de um novo proje- 
to gráfico, que melhora ainda mais aquilo que 
já era consagrado pelos leitores e pelo merca- 
do: um jornal diário gratuito que oferece in- 
formação em um formato agradável e com al- 
ta qualidade. 

Assim como o Brasil, os demais 22 países 
onde o Metro circula também estão migrando 
para o novo projeto, beneficiando cerca de 20 
milhões de leitores em 68 cidades. Aqui, o no- 
vo modelo está sendo adotado ao mesmo tem- 
po nas nove praças onde o jornal circula: São 
Paulo, Rio, Brasília, Belo Horizonte, Porto Ale- 
gre, Curitiba, Campinas, ABC e Santos. 

O novo projeto gráfico está baseado nas 
mais recentes tendências mundiais de design. 
A introdução de um maior número de elemen- 
tos gráficos e propostas de diagramação torna- 
rá a leitura diária ainda mais surpreendente, 
permitindo que nossos jornalistas levem ain- 
da mais informação com mais clareza, objeti- 
vidade, atratividade e didatismo. Novas cores 
de vinhetas e de gráficos deixaram as páginas 
mais suaves e agradáveis. Tudo isso para conti- 
nuarmos sempre honrando a fidelidade de vo- 
cês, leitores, que recebem seu Metro todas as 
manhãs nos principais cruzamentos do país e 
que fazem deste o maior jornal do país, com 
483 mil exemplares diários. 

Recebam esta inovação como mais uma 
prova de dedicação ao nosso grande objetivo, 
que é transmitir informação confiável e rele- 
vante com o selo de qualidade do Grupo Ban- 
deirantes de Comunicação. 
Seja bem-vindo ao novo Metro. © metro 



Cores. O novo projeto 
gráfico usa tons mais 
sóbrios nas seções, 
quadros e vinhetas, 
deixando as páginas 
suaves e agradáveis 
para a leitura. 



Qualidade de ponta a ponta. 

Da produção das notícias à 
impressão, tudo é pensado 
para superar a expectativa 
dos Leitores mais exigentes. 



São Paulo não se preparou 
paia temporada de chuvas 

FICOU NA "=s= v 





Alternativa e urbana 



Lldtaç5cspi»weeii]l$7! 



Infográficos. 

Mapas, eiementos 
ilustrativos, diagramas e 
outros recursos gráficos 
ajudam a contar histórias e 
a situar o leitor nas notícias 
de seu dia a dia 





Boa informação com 
agilidade. Os textos 
do Metro continuam 
na medida certa 
para que os leitores 
consigam saber tudo 
o que é essencial e 
no tempo que têm 
disponível. 



Proximidade com o 
leitor. A interatividade 
está presente nas 
opiniões dos leitores 
sobre assuntos mais 
polémicos e em 
reportagens produzidas 
a partir de sugestões. 



Metro, eleito Veículo do Ano da ARP 




O jornal Metro foi um dos 
agraciados no principal pre- 
mio do mercado publici- 
tário gaúcho. O jornal foi 
eleito pela ARP (Associação 
Riograndense de Propagan- 
da) como Veículo do Ano, 
em festa realizada no Bar- 
raShoppingSul na noite de 
quinta-feira. O veículo con- 
corria na categoria junto 
com a Ativa e a RBS TV. 

"O premio reconhece o 
trabalho de toda uma equi- 
pe que esteve engajada no 
projeto. Agora, o próximo 
passo é ampliar a tiragem 
do veículo, que é muito 



procurado nas sinaleiras- 
da capital", destaca o dire- 
tor-geral do Grupo Bandei- 
rantes de Comunicação no 
Rio Grande do Sul, Leonar- 
do Meneghetti. 

Esta foi a primeira vez 
que um veículo gratuito foi 
agraciado pela entidade. A 
premiação faz parte da Se- 
mana ARP de Comunicação, 
que teve palestras, eventos 
e diversas outras atividades 
sobre a indústria criativa do 
Estado. No total, foram 14 
premiados e mais três reco- 
nhecidos pela ARP. 

METRO 




FALECOMAREDAÇÃO 

leitor.poa@metrojornal.com.br 
051/2101.0471 



0 jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhões 
de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação 
e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a 
sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, 
ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários. 



EXPEDIENTE 

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. (MTB: 70.145). 
Diretor de Redação: Fábio Cunha. Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. 
Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Operações: Luís Henrique Correa. 
Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. 
Gerente Executivo: Ricardo Adamo. 

Metro Porto Alegre. Gerente Executivo: Luís Grisólio. Editor Interino: Maicon Bock (11.813 DRT/RS). 
Editora de Arte: Julia Rodrigues. Grupo Bandeirantes de Comunicação RS. Diretor Geral: Leonardo Meneghetti. 



Editado e distribuído por SP Publimetro 
S/A. Endereço: rua Delfino Riet, 183, 
Santo Antônio, 90660-120, Porto 
Alegre, RS. TeL: 051/2101.0302 
0 jornal Metro é impresso no 
Grupo Sinos S/A. 



/\ tiragem e distribuição 
| PULJ desta edição de 40.000 



exemplares são 
auditadas pela BDO. 




zes 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 
www.readmetro.com 



"Alugo minha ba 
parcelo em nove 

Comércio ilegal. Gaúchas oferecem barriga de aluguei na 
internet. Os preços variam de R$ 30 mil até R$ 150 mil e podem 
ser, inclusive, parcelados em nove vezes, o período da gestação. 



Elas se dizem saudáveis e 
anunciam até mesmo seus 
olhos verdes. Como se es- 
tivessem colocando algum 
bem à disposição, negociam 
o próprio corpo na internet. 
Por valores que variam en- 
tre R$ 30 mil e R$ 150 mil, 
gaúchas de Porto Alegre 
prometem entregar a casais 
interessados um filho re- 
cém-nascido de sua barriga 
de aluguel. 

Quem não tiver o dinhei- 
ro à vista, não tem proble- 
ma: o Metro negociou com 
uma mulher que aceita fi- 
nanciar o pagamento em 
até nove vezes, o tempo da 
gestação. São mulheres que 
têm entre 20 e 31 anos. Pro- 
metem ser cuidadosas e ga- 
rantem sigilo absoluto. Os 
telefones e e-mails ficam à 
disposição em classificados 
gratuitos na internet e até 
mesmo em comentários de 
reportagens sobre o tema. 

Em uma pesquisa rá- 
pida é possível encontrar 
uma dúzia de contatos dis- 
poníveis. Depois de justifi- 
car a vontade de fazer a fe- 
licidade e realizar o sonho 



"Receber dinheiro 
para isso no Brasil é 
totalmente vedado. 
Isso é comercialização" 

ANTÔNIO AYUB, MÉDICO 

de quem não pode ter fi- 
lhos surge a palavra nego- 
ciação. E é aí que mora a 
ilegalidade. 

Jamais pagar 

Quem tem o sonho da ma- 
ternidade frustrado pela in- 
fertilidade, por exemplo, 
até pode pensar em uma 
barriga de aluguel, mas ja- 
mais pagar por isso. "Não é 
nada de mais ou menos, re- 
ceber dinheiro para isso no 
Brasil é totalmente vedado. 
Isso é comercialização", en- 
fatiza o coordenador da co- 
missão de fiscalização do 
Cremers (Conselho Regio- 
nal de Medicina do Estado 
do Rio Grande do Sul), mé- 
dico obstetra Antônio Ayub. 

No Brasil, é a resolução 
1.957/2010 do Conselho Fe- 
deral de Medicina que regu- 



lamenta o assunto. Como 
não há lei específica sobre o 
tema no país, o STF (Supre- 
mo Tribunal Federal) acata 
o regulamento como nor- 
ma geral. 

Nele fica claro: em pri- 
meiro lugar, a atividade só é 
permitida quando a mulher 
é fisicamente incapaz de ge- 
rar uma criança, seja pela 
remoção ou deformação no 
útero ou ainda por alguma 
doença que contraindique a 
gravidez. 

A "mãe substituta", que 
oferecerá seu útero tem- 
porariamente, deve ser pa- 
rente de até segundo grau 
(mãe, irmã ou tia) da mãe 
biológica, passar por exa- 
mes clínicos e, de preferên- 
cia, já ter filhos. Caso esti- 
ver em uma união estável, 
é necessário o consentimen- 
to do parceiro, por escrito. É 
proibida a geração de lucro 
ao longo do processo. A doa- 
dora não pode receber di- 
nheiro pela gestação. 



LETÍCIA 
BARBIERI 

METRO PORTO ALEGRE 



A NEGOCIAÇÃO 

0 Metro localizou uma jovem de 21 anos que 
oferece a barriga por R$ 30 mil, parcelados em até nove vezes. 



A., 21 anos, fez o anúncio 
na internet e negociou a 
gravidez ao longo de toda 
a semana passada, sem ser 
informada de que tratava 
com uma repórter: 

Estou procurando uma 
barriga de aluguel e en- 
contrei o teu anúncio. Co- 
mo funciona? 

Eu quero ajudar mulheres 
que não podem ter filhos. 

E quanto custaria? 

Quanto você poderia pagar? 

Não sei quanto costumam 
cobrar. Preciso saber se te- 
ria condições. 

Estou cobrando R$ 30 mil. 



pagamento? 

Poderia pagar por mês até o 
final da gestação. 

Ah, poderia ser parcelado? 

Sim, dividiria em nove me- 
ses, o tempo que vai durar 
a gravidez. 

Tu já fez isso antes? 

Não, é a primeira vez. 

E por que tu estás te colo- 
cando à disposição? 

Por questões financeiras e 
para ajudar as pessoas. Que- 
ro ajudar quem não tem co- 
mo engravidar. 

Tu é casada? Tem filhos? 

Não, tenho um namorado. 



E como poderia ser feito o Seria teu primeiro filho 



então? 

Sim. 

E tu não tem medo de 
te apegar ao bebé, de te 
arrepender? 

É que eu não sei se teria fi- 
lho para mim algum dia, 
mas quanto a isso eu estou 
bem segura. 

Então por R$ 30 mil eu te- 
ria o meu bebé? 

Sim, com certeza. A gen- 
te pode marcar e conversar 
pessoalmente para ver qual 
seria a melhor maneira. 

Esse dinheiro realmente 
faria uma grande diferen- 
ça na tua vida? 

Acho que sim. 

METRO 




"Tenho interesse de ser mãe de aluguel, estou pre 
psicologicamente, tenho 27 anos." 



"Tenho 35 anos, 2 filhas saudáveis, alugo por mqj 
financeiros, R$ 150 mil, sigilo absoluto." 



"Ofereço-me como barriga de alugue 
que não possam ter filhos, sou br 
esclarecida no assunto, 32 an 



"Alugo barriga e vendo ó 
verdes, 58 kg, 1,80 m, sol 




para casais homo ou hétero 
ca, académica de enfermagem, 
audável, possuo uma filha." 




ulos; (54) 9179-xxxx, Jade, loira, olhos 
eira, saudável, sem vícios..." 



"Gostaria de alugar n 
drogas. Posso me 
gostaria de po 




a barriga, sou muito saudável, nunca fumei nem usei 
dar para longe, tenho 31 anos, sou muito carismática, 
r ajudar alguém que quer ter filhos, um ou mais. 9798-xxxx." 



"Já 
criai 

COE 



D grávida e já tenho um filho e não tenho condição de 
sse outro filho. 0 casal que quiser, negocia comigo e fica 
o bebé. Entra em contato: 8802-xxxx." 



"Gostaria de servir de barriga de aluguel, para poder ajudar 
alguém e ser ajudada também." 



Casos podem ir à Justiça 



A orientação é, antes de 
mais nada, procurar um 
dvogado. "É altamente 
comendável que antes 
m feitos contratos a 
ito de como vai ser. 



resp~ 
O qu 



e sugere sempre e 
cuta a questão 
se terá duas 
as tantas 
£iispu- 
rva 



que se 

legal porqtJH 
mães que lá 
podem começar a 
tar essa criança' 
Antônio Ayub. 

E se a discussão comi 
çar, já não importará mais 
quem errou, caso o mate 
rial genético seja dos pais 
que alugaram a barriga, a i 
mãe terá de entregar o be- 
bé. De acordo com a pro 



fessora de Direito de Fa- 
mília da PUCRS (Pontifícia 
Universidade Católica do 
Rio Grande do Sul) Ana 
Luiza Carvalho Ferreira, é 
assim que a Justiça tem se 
posicionado. "Existem al- 
gumas decisões judiciais 
privilegiando a questão 
afetiva. Em caso de dispu- 
ta, os pais afetivos teriam 
muito mais direitos do 
que os biológicos", avisa a 
professora. 

O caso complica se 



"Em caso de disputa, 
os pais afetivos teriam 
muito mais direitos do 
que os biológicos." 

ANA LUIZA CARVALHO FERREIRA, 
PROFESSORA DE DIREITO DE FAMÍLIA 



fica. Na verdade, a legis- 
lação é carente sobre is- 
so. Teria responsabilidade 
penal, mas nunca vi ne- 
nhum caso que tenha al- 

m »~i mini /<nr\ /"\ min r%tt 



I 



CUClll VI Cl UcllllgCl, KJ UVU" 

Lo for da mãe de aluguel 
também. "Aí a questão é 
mais controvertida. Não 
tem nenhuma lei especí- 



gU.lll.Cl pu.iiiVj.ciu. W V^UC cu 

vejo é que essa mulher 
poderá ser obrigada a en- 
tregar a criança", destaca 
Ana Luiza. metro 



metn 



04 FOCO 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 

www.readmetro.com 






Os sem Face 



No Brasil, mais de 50 mi- 
lhões de pessoas possuem 
uma conta no Facebook. 
Cláudia Escouto, 19 anos, e 
Ramon Giacomini, 22, não 
fazem parte deste grupo. 
Quase oito em cada dez jo- 
vens têm um perfil na re- 
de social criada pelo ameri- 
cano Mark Zuckerberg, mas 
a estatística não inclui a du- 
pla. Incomum entre eles, 
a juventude e o fato de es- 
tarem alheios à rede social 
que é unanimidade entre os 
amigos deles. 

Neste ano, em abril, o es- 
tudante do curso de Enge- 
nharia Mecatrônica na PUC 
Ramon Giacomini cansou 
do Facebook. O tempo de 
trabalho no hospital São Lu- 
cas se somou aos momen- 
tos reservados aos estudos. 
Não lhe restavam mais ho- 
ras para a rede social e não 



via mais a necessidade de 
ter um perfil virtual. 

"Eu usava com frequên- 
cia, mas depois não vi a ne- 
cessidade de ter mais. Não 
me acrescenta em nada e só 
toma o meu tempo. Por que 
ter?", questiona Giacomini, 
fazendo um cálculo de ho- 
ras que resumem bem sua 
aptidão pelas exatas. Em ca- 
sa, mãe, pai e irmã são usuá- 
rios do site, mas nem por 
isso ele se sente excluído 
quando o assunto da reu- 
nião familiar é uma novida- 
de compartilhada no Face. 

Cerca de 30% dos usuá- 
rios do Facebook têm en- 
tre 18 e 24 anos. É incomum 
encontrar um jovem nesta 
faixa etária que não possua 
um perfil. Claudia Escouto 
é uma minoria e, enquan- 
to alguns de seus amigos 
despendem horas na inter- 



net, ela aplica oficinas em 
uma escola estadual e estu- 
da geografia na UFRGS. "Na 
verdade, nunca me desper- 
tou interesse. O pessoal per- 
de muito tempo com isso", 
conta a jovem que driblou a 
tendência e optou pelo MSN 
para comunicar-se com sua 
família em Encruzilhada do 
Sul. 

Mais perto e mais longe 

O Facebook pode aproxi- 
mar pessoas em dois po- 
ios do mundo, mas afastar 
quem está perto, aprisiona- 
do à tela de um smarthpho- 
ne. "Temos pesquisas que 
comprovam que se a pes- 
soa aprender a usar bem po- 
de aprender solidariedade, 
ética e cooperação à socie- 
dade", avalia professora Léa 
Fagundes, especialista em 
redes sociais. © metro poa 



Rede Social São poucos, mas existem 
jovens porto-aiegrenses que nadam contra 
a maré e não têm conta no Facebook 

CURTIR 0U NÃO CURTIR? 

Veja o que é e o que não é bacana nas redes sociais 



VANTAGENS 

Estar por dentro do que está acontecendo 

► Oportunidade de fazer marketing pessoal 

► Reencontros e facilidade de aproximação 
entre quem está distante 

► Criar uma mobilização em torno de algum fato 

► Saber de vagas de trabalho 

DESVANTAGENS 

► Pessoas que acessam por celular acabam 
se isolando mesmo em grupo 

► Em alguns casos se torna um vício, que 
afasta pessoas das atividades ao ar livre 

► Margem para eventuais problemas 
no relacionamento 

► Exposição pessoal que pode causar prejuízos 
à pessoa 

► Excesso de mensagens indesejadas 





0 que você pensadas 
pessoas que não têm 
conta no Facebook? 




"Acho que é uma opção 
da pessoa. É uma 
maneira de preservar a 
privacidade dela." 

MAIC0N RIBEIRO, 21 ANOS, 
CONFERENTE 




"É um modo de se 
preservar, porque hoje 
em dia é muito fácil 
acessar as informações. 
Mas isso pode também 
te excluir do resto da 
sociedade." 

CRISLAINE PISSOLLATTO, 29 
ANOS, ADMINISTRADORA 




"Já pensei em me 
excluir, mas é uma boa 
ferramenta social e de 
trabalho." 

HENRIQUE BR0CK, 19 ANOS, 
AUXILIAR ADMINISTRATIVO 



Aparelhos Auditivos 
Siemens 

Em condições promocionais de Natal. 





_ Ul Adqui ra se u i m óve I 

com vantagens, que w 



* Sein troca de pilhas 
» À prova cTâgua 
* Produto específico pa ra zumbido 
ertores aparelhos auditivos do me 



vmw.comunka reaparel hosau dltfvos .tom 



iComunlcare 

iL _i MIM IMI IITTTiai 

A maior rçvendí Sipnww cfo Brasil 




Porto Alegre 24 de Outubro, 1 1 1 Loja 2S | Ligue |V|, 3346 12M 



Informações e Vendas: 



51 2108 7979 



o Consórcio Embraeon 
faz por você há 24 anos. 

Conheça nosso site: 

embracon,com.br 

támbérn: 
Autos, Motos e Equipamentos. 



EMBRACON 

< ú k ftCi O NACIONAL 




Cotações 




Dólar 

-0,76% 
(R$2,08) 



Selic 

(7,25%) 



Bovespa 

+ 2,01% 
(57-574 pts) 

Euro 

+ 0,90% 
(R$ 2,71) 



Salário mínimo 

(R$622) 



Vá todo dia 
na janelinha. 



O melhor Gol que você já viu. Apenas 





Ligue e aproveite: 

0800 330 3030 



ConsórcioNacionalVoIkswagen fó^tt 



Consta» Md* Leve Voftstfagen Cortíçoea v-ãfdas paa Gol 1.0 mooeta 2fi ! 3 (côdijo WlP|. tator â reto com frete. RI W.SSO.flÚ. P*eço do dã SYfiSOlí. ftmura matãfca a opoonra rdo 4k*jsccs. Moúeta, soàpo a yaixes suj&tss a ateracoes, Dõrtonnie polira * comercuteflçaQ fia 

menus po- r assoubtoâ quatro, hoob -jtfí pu sortao a ma» por lança. CrttHo sujftla a apuração na cwtemaiaçao C*m/al da ftaiackmamerto ÓÔÚO 7ftl ?936. SAC: GflÚÚ- F?& 19(26. Arasso a pessoas í?:t> òetoénoa audita ou * ittaa OÍCC 770 1435. OuvWcfa 0800 Wl 2fl3*. 



metm 



06 



BRASIL 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 

www.readmetro.com 



Ex-assessora teve ligações 
com Lula gravadas pela PF 

Operação Porto Seguro. Ex-chefe do escritório da presidência da República em São Pauio ; Rosemary Noronha foi indiciada 
peia Polícia Federai por participar de esquema que recebia propina para fraudar pareceres 



Durante o tempo em que 
investigou a ex-chefe do 
escritório da Presidência 
da República em São Pau- 
lo, Rosemary Novoa de No- 
ronha, por corrupção e trá- 
fico de influência, a Polícia 
Federal registrou, com au- 
torização judicial, 122 liga- 
ções entre ela e o ex-presi- 
dente Lula. 

Lula já havia deixado o 
cargo quando os telefone- 
mas foram grampeados. As 
ligações, em média uma a 
cada 5 dias, foram grava- 
das entre março de 2011 e 
outubro deste ano. 

Não há informações so- 
bre o teor das ligações, 
mas a informação preo- 
cupou o Planalto, que te- 
me que a possível divulga- 



R$ 2,5 mil 

era o preço cobrado por 
cabine em um cruzeiro que 
Rosemary de Noronha ganhou 
de presente em 2010. 



ção dos áudios possa expor 
Lula a constrangimentos, 
pois Rose, já demitida por 
Dilma Rousseff, foi uma as- 
sessora muito próxima ao 
ex-presidente. 

Ela foi indiciada pela PF 
na última sexta-feira e teve 
a casa, em São Paulo, revis- 
tada em busca de provas. 

No momento em que 
os agentes estavam na re- 
sidência, segundo a "Folha 



de S.Paulo", Rosemary li- 
gou para o ex-ministro Jo- 
sé Dirceu, de quem foi as- 
sessora direta por 12 anos. 
Dirceu teria dito que não 
poderia fazer nada. 
O indiciamento do número 
dois da Advocacia-Geral da 
União, José Weber Holanda 
Alves, pode respingar no 
chefe do órgão, Luís Inácio 
Adams. Ele já foi chama- 
do pela presidente Dilma 
Roussef e foi cobrado por 
ela a se explicar perante a 
sociedade. Adams garantiu 
desconhecer qualquer tipo 
de irregularidade na con- 
duta de Alves. 



ENTENDA 0 CASO 




► ACUSADOS 

Rosemary Novoa de Noronha 

Foi assessora de José Dirceu por 
12 anos e começou a trabaihar no 
gabinete da Presidência em São Pauio, 
em 2003, indicada por Luia. Passou 
a chefiar a unidade em 2005 



I José Weber Holanda 

Advogado-gerai-adjunto da União 

i Rubens Carlos Vieira 

Diretor de infraestrutura 
aeroportuária da Anac 

I Paulo Rodrigues Vieira 

Diretor da Agência Nacionai de Águas 



f 



MARCELO FREITAS 
RAPHAELVELEDA 

METRO BRASÍLIA 



C0M0 

FUNCIONAVA 
0 ESQUEMA 

Funcionários recebiam 
propina para emitir pareceres 
eiaudos técnicos a favor de 
empresas que tinham 
interesses em processos 



<1>DENUNCIA 

Em março de 2011, um funcionário do TCU contou ter recebido 
R$ 300 mil para emitir parecer favorável a uma empresa do setor portuário 

Três advogados e um empresário entravam em contato com empresas 
interessadas em decisões de órgãos da União 

Em seguida, os irmãos Rubens e Pauio Vieira cooptavam servidores do segundo 
e terceiro escaiões do governo para obter vantagens, mediante propina 



PERCA PESO COM MOTIVAÇÃO 




Toda caloria que ingerimos, 
atém da que o corpo 
consome, acumuta-se 
como gordura? Ativictades 
físicas queimam 
calorias, mas para 
emagrecer é preciso, aíém 
de exercidos físicos, seguir 
uma dieta equilibrada 
com ãiimontos certos, 
reduzindo porções. 
Associando o besomed 

ao seu regime e atividedes 
físicas, você vai atingir st/a meta 
de perder peso com motivação 
e equilíbrio funcional. 



Auxiliar no tratamento da OBESIDADE 



besomed 



t ALMEIDA PRADO 



Fucus vesiculosiís 1CH 
* associações 

1.0266,0171.001-1 

MEDICAMENTO 
HOMEOPÁTICO 



t Homeopatia Almeida Prado 



I 

e 



TE. LÊ WEH Ofí.^ DS DU.7Ú 7E3 1 1 



Se persistire m qb sintomas, o médico deverá ser consultadoTI 
Contra-lrtdl cações: Hipersensibilidade aos componentes da formula. 

Ê UM MEDICAMENTO- SEU USO PODE TRAZER RISCOS- PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. 
LEIA A BULA. FBnnacèulrcç Rçrspgng^tfçl: Pm. Zul**? Garvelho - CRFJSP - SAC 0600,116311 



Lista de pedidos ia 
de plástica a cruzeiro 



As investigações da Po- 
lícia Federal revelaram 
que Rosemary Novoa ti- 
nha uma lista inusitada de 
pedidos para intermediar 
os encontros entre fun- 
cionários da administra- 
ção federal e integrantes 
da organização crimino- 
sa que fraudava pareceres 
técnicos. 



Segundo o jornal "Folha 
de S.Paulo", a ex-chefe do 
gabinete da presidência da 
República exigia o paga- 
mento de plásticas, cruzei- 
ro com duplas sertanejas e 
convites para o camarote 
do Carnaval no Rio. 

Segundo as gravações, 
a viagem no navio de cru- 
zeiro aconteceu em 2010. 




Ordem do:. Advogado* do B-t.lm I 
!iccc idhíi! dn Rio Grande da Sul 
CãnsÍKSáo E fcitofâk 2012 

EKCLUíAO DEADWHãACK» 

A Ordem íi» ^dvoq+do!, do Bi asil - Seccional Rio Gr*ndc do Sul íovnuniu a oxcluuadc 
ku Ou adi o de Advagadoi dai legumfln peram: 

♦R0DHK5OWEWR M SOUZA - PAUTO «r 3452*. fvfldtfneMií Ao- Ari, ÍB. iKiio 1 4§ 
Lrifl.-H&MHM ■ Êsrjluto da Advocaoa c- da OAB. 

• ELIAS MARANÍNÍHfc GIANHAK05 - OAEtfft *T -4 1 .295. Fundtmwi Cotta Ail. M, inwo 
I di Lei £.906/94 - Eilalulo da Adrocaciac d* OAB. 

* CARLA ROOOLF ATHAYDES ALVES - OAB/RS n A 22.6ÓS. Fundamentai»: A/t. 3B. inciso 
I d* Li i B-mw - Eww we <to Advíw«i4€ d» 0 *a 

A pú?íi<*<4o ot>jMlv* r«g\i*rdar dirwoí $t wihíkh. po* i-íiWilus. ,ii<n 

praflioadcK por advogados exdwidoi ião r.uloí, 

PorEò Alegre, 2o de nowrrJbro de 20*2. 
Claud» Pichrco Pralei LurudUa 



O navio saiu de Santos e 
passou por Ilhabela e Ilha 
Grande. A cabine custava 
R$ 2,5 mil. 

Policiais que participa- 
ram da operação Porto Se- 
guro classificaram como 
"chinelagem" a lista de exi- 
gências. O termo é usado 
pelos agentes para destacar 
que os pedidos eram bregas. 

As escutas ainda reve- 
laram que pessoas indica- 
das pela ex-chefe critica- 
vam sua ganância. Entre 
elas estão os irmãos Pau- 
lo Rodrigues Vieira e Ru- 
bens Carlos Vieira. Os 
dois foram indicados por 
Rosemary para as dire- 
torias da ANA e da Anac, 
respectivamente. 



$ LIVROS + LIVROS : 



LIVROS RAROS? 
LIVROS JURÍDICOS 
E C0LEÇÕES 
ESGOTADAS? 

FAÇA HW PtMW PMA: 



sa itskrvyttiJS@hDtmail.com 



LIGUE AGORA FA -tíi 

f.:SÍ 3022*H$É& | 9(242*3387 
* DÊ B5 ANOS BE TRAÍttÀC t QiUflUf I 



SANSKRYYTIUS # 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 
www.readmetro.com 



BRASIL 07 



Punições por mensalão vão 
até suspensão profissional 



Rigor. Condenados peio STF poderão ter os 
bens bloqueados, perder direitos políticos e até 
o direito de ir a locais muito movimentados 



A punição dos 25 condena- 
dos pela participação no es- 
cândalo do mensalão irá 
além do cumprimento de 
penas de prisão e multas. 
A conduta criminosa trará 
consequências na rotina de 
vida, na carreira e até mes- 
mo no patrimônio particu- 
lar dos mensaleiros. 

Os reflexos serão ime- 
diatos. Assim que não 
houver mais possibilida- 
de de recursos no STF (Su- 
premo Tribunal Federal), 
os 11 parlamentares terão 
os direitos políticos cassa- 
dos, os três advogados po- 
derão perder o registro 
da OAB (Ordem dos Advo- 
gados do Brasil) e os três 
executivos de bancos se- 
rão proibidos de operar no 



mercado financeiro. 

Haverá impacto também 
no bolso dos condenados. 
A legislação penal fixa um 
prazo de 10 dias para que a 
multa aplicada na sentença 
seja paga. O dinheiro deve- 
rá ser depositado em favor 
da União. Caso contrário, a 
Justiça poderá determinar o 
bloqueio das contas ou, até 
mesmo, exigir o sequestro 



R$ 15,5 

milhões é o valor da multa 
estipulada até agora pelo 
Supremo Tribunal Federal 
para 18 dos 25 condenados do 
mensalão. Os valores ainda 
serão atualizados. 



de bens para cobrir a dívida. 

Os condenados em re- 
gime semiaberto, que ape- 
nas dormirão no presídio, 
terão horário de entrada e 
saída definidos. 

Aqueles com direito a 
responder pelo crime em 
liberdade - benefício pre- 
visto para penas de até 4 
anos - também terão de- 
veres a cumprir. Ninguém 
poderá frequentar locais 
de grande movimentação, 
como shows ou estádios 
de futebol, por exemplo. 
Podem, inclusive, ser pri- 
vados de manter contatos 
com outros condenados. 
Qualquer viagem deverá 
ser informada à Justiça. A 
saída do país precisará de 
uma autorização. Em to- 
dos os casos, a ordem é vá- 
lida até o fim da pena. 



MARCELO 
FREITAS 

METRO BRASÍLIA 





Os condenados 



Veja abaixo os efeitos da 
condenação para os réus. 



Inegibilidade. 

José Dirceu, José Genoino, 
Delúbio 

Soares, João Paulo 
Cunha, Roberto Jefferson, 
Valdemar Costa Neto, 
Pedro Corrêa, José Borba, 
Romeu Queiroz, 
Bispo Rodrigues e 
Pedro Henry. 



Suspensão do registro 
profissional. 

Rogério Tolentino, 
José Dirceu e 
Romeu Queiroz. 



Proibição de atuar no 
mercado. 

Vinicius Samarane, 
José Roberto Salgado 
e Kátia Rabello. 



Apenas multas. 

Enivaldo Quadrado, 
Breno Fischberg, 
Henrique Pizzolato, 
Jacinto Lamas, João 
Cláudio Genú e 
Émerson Palmieri. 



Condenados do mensalão não terão cela especial 1 cláudia bilobran / cnj 




Premiação de 
^ personalidades e 
fornecedores do setor 
supermercadista 



CATEGORIAS 

Melhor Fornecedor de Alimentos Congelados * SEARA 

* Melhor Fornecedor de Matinais e Farináceos - NESTLÉ 

* Melhor Fornecedor de Cafés - NESTLÉ 
Melhor Fornecedor de Massas - ORQUÍDEA 
Melhor Fornecedor de Biscoitos ■ PARATI 

* Melhor Fornecedor de Conservas e Temperos - AJINGMOTO 
■* Melhor Fornecedor de Chocolates - NESTLÉ 

* Melhor Fornecedor de Salas e Doces - RITTER 

* Melhor Fornecedor de Alimentos Refrigerados - COOP. PIÁ 

* Melhor Fornecedor de Laticínios * COOP, SANTA CLARA 

* Melhor Fornecedor de Sucos em Pó ■ KRAFT 

* Melhor Fornecedor de Sucos Prontos - C B S 
^ Melhor Fornecedor de Refrigerantes ■ V0NPAR 

* Melhor Fornecedo r de Cervejas - A M B E V 

* Melhor Fornecedor de Artigos de Higiene e Beleza ■ UNI LEVER 



de 20 12* 

CATEGORIAS * 

* Melhor Fornecedor de Produtos de Limpeza ■ GIRANDO SOL 

* Melhor Fornecedor de Vinhos e Espumantes • VINÍCOLA AURORA 

* Melhor Fornecedor de Papéis - KIMBERLY CLARK 

* Melhor Fornecedo r de Não Al i me ntos - T R AMONTI N A i 

* Melhor Promoção Comercial na EXPOAGAS 2012 - ITAIPAVA 

* Distribuidor do Ano ■ PRADO 

* Melhor Fornecedor de Equipamentos - URANO 

* Lançamento de Produto do Ano - Setor Mercearia - SUCO DE UVA BRANCO - S UVA LAN 

* Lançamento de Produto do Ano * Setor Perecíveis * IOGURTE PIÁ GREGO « COOP. PIÁ 

* Anu nciante do An o - SOUZA C RU Z 

* Gerente Destaque do Ano - MÁRCIO FE RR AN Dl S - SUPERPAN 

* Empresário do Ano - JOSÉ GALLO - LOJAS RENNER 

* Reconhecimento AGAS - SUSSUMU HONDA - ABRAS 

* Homem Público Destaque do Ano - JOSÉ FORTUNATI • PREFEITO DE PORTO ALEGRE 

Organiza âuiREftuçífK. ^fc 



CielO AGA&WV 



4$$0t(AÇ*O GAÚCHA Di $UPf RMlflOAPOS 



metn 



08 ECONOMIA 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 

www.readmetro.com 





Empreendedorismo 



BRUNO CAETANO 

BCAETANOtà) SEBRAESP.COM. BR 



ATENDIMENTO: CUIDADO 
PARA NÃO ESPANTAR SEU 
CLIENTE NO NATAL 

O Natal se aproxima e lá vamos nós de novo: comér- 
cio agitado e lojistas esfregando as mãos para faturar 
mais. Entretanto, seu negócio está mesmo preparado 
para aproveitar a principal data do varejo? 
Uma providência elementar é decorar a vitrine de sua 
loja com motivos natalinos colocando em destaque os 
produtos que deverão puxar as vendas de final de ano. 
Outra questão importante é analisar a concorrência pa- 
ra conhecer tendências e formar preços. Por fim, tam- 
bém é muito comum reforçar a equipe com temporá- 
rios para dar conta do movimento extra. 
Agora entramos em um terreno crucial para seu negó- 
cio: o atendimento. Se não for de qualidade, todo o es- 
forço para destacar sua loja cai por terra. Receber mal 
um cliente é perder a venda e correr o risco de afu- 
gentá-lo para sempre. Para evitar esse desastre, orien- 
te seus funcionários. Eles estão na linha de frente e 
são parte fundamental na construção da imagem da 
empresa. 

Algumas medidas são de fácil aplicação. O consumi- 
dor quer ser atendido com presteza, mas não gosta de 
ser abordado como se fosse uma presa que não pode 
escapar. O cliente tem seu tempo e o vendedor preci- 
sa usar a sensibilidade para perceber quando deve se 
aproximar. 

Má vontade, indiferença e frieza só servem para ir- 
ritar o cliente. Ele deseja atenção e simpatia, porém 
sem exagero - o vendedor não está conversando com 
um amigo íntimo. Falar demais e não ouvir o consu- 
midor são erros muito comuns. Arrogância é outro pe- 
cado. Medir o cliente de cima a baixo, com menos- 
prezo, como se ele não pudesse pagar pelo produto é 
abominável. 

Reprovável também é o vendedor abordar o cliente 
mascando chiclete ou cheirando a cigarro. São sinais 
de desleixo. Evite os extremos: ser técnico demais ou 
abusar de gírias. 

Existem comerciantes que deixam o atendimento em 
segundo plano e não percebem que perdem muito com 
isso. Atender bem é regra básica para a sobrevivência 
de qualquer negócio. No Natal e durante o ano todo. 

Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP e mestre e doutorando em Ciência 
Política pela Universidade de São Paulo. 0 Sebrae-SP é uma instituição dedicada a ajudar 
micro e pequenas empresas a se desenvolverem e se tornarem fortes. Saiba mais em 
www.sebraesp.com.br 



TEM UM NET EMPRESAS PARA CADA EMPRESA, 

ASSINE JÁ: 4004-8844 

Empreendedor. Governo lança 
novo portal nesta semana 



O governo federal vai lançar 
um novo portal do empreen- 
dedor para simplificar a vi- 
da do empresário com o Es- 
tado. O anúncio será feito em 
Brasília durante o I o Simpó- 
sio Brasileiro de Políticas Pu- 
blicas para Comércio e Servi- 
ços, nos dias 28 e 29. "O novo 
portal vai trazer ferramentas 



mais simples, que facilitam o 
relacionamento com o Esta- 
do, para que o empreende- 
dor esteja, de forma simples, 
garantindo conformidade 
com as leis", disse à "Agência 
Brasil" o secretário do Minis- 
tério de Indústria e Comércio 
Exterior, Humberto Ribeiro. 



Os melhores 
do marketing 



Premiação. Com recordes de inscritos, 
30° TOP de Marketing da ADVB ocorre hoje 



Hoje, às 19h30, no Teatro 
do Bourbon Courtry, o tra- 
balho das empresas que me- 
lhor exerceram as atividades 
de marketing em 2012 será 
reconhecido. O 30° Top de 
Marketing da ADVB/RS (As- 
sociação dos Dirigentes de 
Marketing e Vendas do Bra- 
sil), principal concurso da 
categoria no Estado, irá pre- 
miar 40 entidades públicas e 
privadas. 

Neste ano, a premiação 
alcançou o recorde de inscri- 
tos, mas a entidade não quis 
divulgar o número. Os vence- 
dores das 29 categorias já são 
conhecidos, com os cases de 
marketing disponibilizados 
no site www.advb.com.br. A 
novidade para 2012 está na 
criação de três novas catego- 
rias: inovação, estratégias e 
empresas de futuro. 

De acordo com os organi- 



zadores do evento, nesta edi- 
ção a rigorosidade na esco- 
lha dos premiados foi maior 
do que anos anteriores, fo- 
mentando a fama da ADVB 
gaúcha de promover con- 
cursos sempre acirrados. "O 
nosso premio é considerado 
o mais rigoroso do Brasil. Os 
critérios mais apertados es- 
tão aqui. Temos um rigor ter- 
rível. E há auditoria em cima 
dos jurados, então não tem 
essa coisa de comprar o pre- 
mio", explica Arthur Bender, 
diretor de planejamento e 
marketing da ADVB/RS. 

Os critérios 

Os ganhadores do Top de 
Marketing reuniram fatores 
considerados preponderantes 
para os jurados, como o cres- 
cimento nos lucros, o espaço 
no mercado e o planejamento 
estratégico. ® metro poa 




Dólar alto encarece viagem ao exterior 



A alta do dólar, que chegou 
a bater os R$ 2,12 durante o 
pregão da última sexta-feira, 
pode atrapalhar os planos de 
muitos turistas com viagem 
marcada para exterior nestas 
férias. Neste ano, o dólar co- 
mercial já ficou 8,13% mais 
caro, acima da inflação até no- 
vembro, de 5,05%. 

Já o dólar turismo apresen- 
tou um salto de 11% entre o 
final do ano passado e no- 
vembro, segundo o diretor de 
expansão da Tov Corretora, 
Fabiano Miranda. Os turistas, 
que chegaram a desembolsar 
menos de R$ 2 pela moeda 
em dezembro de 2011, estão 
pagando agora R$ 2,18. 

Para fazer um bom negó- 
cio, especialistas recomen- 
dam programar a compra de 
dólares. "Não tente acertar 
qual é o melhor momento pa- 
ra a compra. O ideal é adqui- 
rir a moeda de forma parce- 
lada até a data da viagem. É 
uma forma de amenizar os 
efeitos das oscilações", afirma 
o consultor do Programa Con- 
sumidor Consciente, da Mas- 
terCard, Conrado Navarro. 

Miranda, da Tov, recomen- 
da que turista evite usar o car- 
tão de crédito nas compras 
no exterior. "Com essas osci- 



lações, ele só vai saber o câm- 
bio no mês seguinte e pode 
ter uma surpresa no fecha- 
mento da fatura", avalia. 

Além disso, o consumidor 
pagará mais impostos. O IOF 
(Imposto sobre Operações Fi- 
nanceira) no cartão de crédi- 
to é de 6,38%, superior ao co- 
brado no pré-pago (0,38%). "O 
cartão de crédito pode ser usa- 



do em ocasiões em locais em 
que o pré-pago não é aceito e 
em compras que identificou 
como oportunidade", acres- 
centa Navarro. 

A expectativa é que o câm- 
bio continue oscilando en- 
tre R$ 2 e R$ 2,10. "O cenário 
externo e as declarações do 
ministro da Fazenda (Guido 
Mantega) corroboram com 



essa ideia", comenta Felipe 
Queiroz, da Austin Rating. 

"A flutuação cambial é pe- 
quena, é importante para o 
empresário. Já temos aqui 
uns quatro, cinco meses com 
o câmbio acima de R$ 2. En- 
tão, isso mostra que veio para 
ficar", disse Mantega, na últi- 
ma sexta-feira. 



ESCALADA 



Cotação do dólar 
turismo, em R$ 



2,19 




2/JAN 19/FEV 13/MAR 2/ABR 2/MAI 1?/WN 2 /JUL l^/AGO 3/SET l^/OUT 23/NOV 



VEJA QUAIS SÃO AS VANTAGENS DAS OPÇÕES DE FORMA DE PAGAMENTO DAS COMPRAS NO EXTERIOR 



0 



DINHEIRO 

Os especialistas 

recomendam 

que os turistas levem 

em pequena quantidade 

para o pagamento de 

serviços mais simples 



CARTÃO DE CREDITO 

A comodidade e a segurança 
são as vantagens. Mas a taxa 
de I0F ; hoje em 6,38%, pode 
tornara conta mais salgada 
e o valor só será conhecido 
na chegada da fatura 



CARTÃO PRE-PAG0 

Além de seguro, permite planejar 
melhor os gastos. 0 I0F cobrado 
é menor, de 0,38%. As taxas 
de câmbio são sua principal 
desvantagem, pois usam 
o dólar turismo para conversão 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 
www.readmetro.com 



MUNDO 09 



metn 



Paz ainda muito distante 

Oriente Médio. Israelenses e palestinos podem até se comprometer com tréguas, mas conflito não deve ter solução no futuro próximo 



O mundo parou para acom- 
panhar, na semana passa- 
da, mais uma batalha árabe- 
-israelense, que foi seguida 
por uma trégua carregada de 
desconfiança de ambos os la- 
dos. Após o cessar-fogo, cho- 
veram clamores para a volta 
das negociações para a paz 
definitiva, suspensas desde 
2010. Com Palestina e Israel 
cada vez mais armados, po- 
rém, e sem uma liderança 
externa capaz de promover 
o diálogo, o fim do conflito 
permanece distante. 

A resistência ao diálo- 
go está enraizada nas duas 
sociedades, ainda que seus 
governos insistam no con- 
trário (veja entrevistas). 



Entre os israelenses, 49% 
disseram ser contrários à 
trégua, conforme pesquisa 
divulgada na sexta-feira. "A 
maioria dos israelenses re- 
conhece que o conflito não 
pode ser resolvido, mas de- 
ve ser gerenciado. Como 
fazer isso é a grande ques- 
tão", comenta Philip Carl 
Salzman, da Universidade 
McGill, no Canadá. 

Uma das estratégias tem 
sido a adoção de tecnologia 
cada vez mais apurada. O es- 
cudo antimísseis, que inter- 
ceptou quase todos os fo- 
guetes palestinos, é prova 
disso. Do outro lado, grupos 
extremistas palestinos tam- 
bém mostraram seu pode- 



Nos últimos dez anos, 
observamos um ciclo 
de ofensivas israelenses, 
acordos de trégua, 
mas sem a retomada 
do processo de paz. 

CRISTINA PECEQUIL0, PROFESSORA DE RI 

rio, com o lançamento de 
foguetes iranianos que che- 
garam ao coração de Israel. 

O sucesso dessas ofensi- 
vas, contra Jerusalém e Tel 
Aviv, animou os palestinos. 
Muitos comemoraram a tré- 
gua como uma vitória do Is- 
lã sobre os judeus. 

Os prognósticos pioram 



quando se leva em conta o 
atual cenário internacional. 
Os Estados Unidos, que de- 
veriam ser o principal me- 
diador, permanecem em ci- 
ma do muro, sem retirar o 
apoio a Israel. Ainda assim, 
há quem acredite em uma 
solução, mesmo que ela de- 
more. "Já tivemos exemplos 
de sucesso no mundo árabe, 
como o acordo de paz en- 
tre Egito e Israel, já bastante 
duradouro", lembra a pro- 
fessora Cristina Pecequilo, 
da Unifesp (Universidade Fe- 
deral de São Paulo). 



^1 



CAROLINA 
VICENTIN 

METRO SÃO PAULO 




Palestinos olham para um tanque israelense i ibraheem abu mustafa/reuters 




BANDA LARGA E TELEFONE: 
MAIS CONEXÃO E INTERAÇÃO COM 
CLIENTES E FORNECEDORES. 

TEM UM NET EMPRESAS PARA CADA EMPRESA. 

4004-8844 

www.netempresas.com.br 

Caniull* condkõei da aquisição a diiponíbilidad* técnica mm s&u ofid«r*to. 



EMPRESAS 

O MUNDO t DOS M£TS 




Presença recorde 
na Catalunha 



Milhares de catalães foram 
ontem às urnas, na eleição 
regional mais importante 
dos últimos anos. Com 80% 
dos votos apurados, o CiU 
(Convergência e União), par- 
tido separatista cujo líder é 
o atual presidente da Cata- 
lunha, venceu. A vantagem, 
porém, frustou a legenda, 
que perdeu assentos no par- 
lamento em relação ao plei- 
to de 2010. 

As eleições mobilizaram 
um grande número de cata- 
lães. O comparecimento às 
urnas chegou a 69%, o maior 
desde 1988. A presença é re- 
flexo do descontentamento 
da população com a crise fi- 
nanceira. O CiU defende a se- 
paração da Catalunha da Es- 
panha, e deve se fortalecer 
após o processo eleitoral. 




0 nacionalista Artur Mas vota diante de repórteres i gustau nacarino/reuters 



Ainda assim, o líder do 
partido, Artur Mas, viu seus 
planos frustrados. Ele anteci- 
pou a eleição regional espe- 
rando que o CiU conquistasse 
mais cadeiras no parlamen- 
to. Houve o contrário: em 
2010, a legenda levou 62 lu- 
gares, agora, está com 49. 



Mesmo perdendo vanta- 
gem, o CiU deve se alinhar 
com partidos menores que 
também defendem a reali- 
zação do plebiscito para a se- 
paração da Catalunha. Em 
setembro, 1,5 milhão de pes- 
soas marcharam pedindo a 
independência. ® metro 



Imigração 



Estrangeiros são 
mais barrados 
no Brasil 

O número de estrangei- 
ros que foram barrados 
ao tentar entrar no Brasil 
chegou a 5,3 mil até julho 
deste ano, contra 2 mil 
brasileiros que passaram 
por situação semelhan- 
te fora do país. Segundo a 
PF (Polícia Federal), os chi- 
neses são os mais afeta- 
dos pela rigidez brasileira 
(36% dos casos). Em segui- 
da, vêm Mianmar (7,6%), 
Filipinas (7,1%), Estados 
Unidos (5,9%) e Espanha 
(2,8%). O alto índice de 
controle com espanhóis e 
norte-americanos se deve 
à política de reciprocida- 
de adotada pelo governo 
brasileiro. Para analistas, 
o país está em evidência 
devido ao bom momento 
económico. ® metro 



Egípcios voltam 
à praça Tahir 





Manifestante devolve à polícia bomba de gás i mohamedabdelghany/reuters 



Milhares de egípcios volta- 
ram à Praça Tahir, no centro 
do Cairo, para protestar con- 
tra os "superpoderes" do pre- 
sidente Mohamed Mursi. Na 
semana passada, o líder apro- 
vou um decreto que coloca 
os seus poderes acima dos do 
Poder Judiciário, provocando 
a indignação dos egípcios. 
A revolta, semelhante à 



que levou à queda do dita- 
dor Hosni Mubarak, no ano 
passado, forçou Mursi a se 
explicar. O presidente disse 
que o decreto é temporário, 
para "punir os responsáveis 
pela corrupção." 

"Mubarak jamais deu a 
si mesmo um poder assim", 
criticou um manifestante à 
emissora Al Jazeera. © metro 



Receber 
um prémio 




pelo nosso 
tamanho é ótimo. 
Receber um pela 
maneira que 
trabalhamos 
é muito melhor. 



Icatu Seguros. Eleita Top de Marketing pela ADVB/RS na categoria Seguros. 



SEGUROS DE VIDA | PREVIDÊNCIA j CAPITAL ÍZAÇÃO | ADM, PREVIDENCIÁRIA | ADM, RECURSOS 




PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 
www.readmetro.com 



CULTURA 11 



CULTURA 




Creed mostra sucessos 
do grunge no Pepsi 



Show. Banda norte-americana se 
apresenta peia primeira vez no Brasil 
Porto Aiegre está no roteiro, 
com espetácuio que inclui sucessos 
como 'My Sacriface ; ; 'Higher ; e 'One' 



Depois do cancelamento de 
Fiona Apple e do Sublime 
with Rose, o Creed está con- 
firmado e fecha hoje a ma- 
ratona de shows que sacu- 
diu Porto Alegre neste mês 
de novembro. 

Considerada um dos íco- 
nes do pós-grunge, a banda 
norte-americana liderada 
pelo vocalista Scott Stapp 
toca pela primeira vez no 
Brasil. Sua turnê ainda in- 
clui Belo Horizonte, no dia 
I o de dezembro. 

Entre idas e vindas - o 
quarteto fez uma parada en- 
tre 2004 e 2009 - o Creed 
acumula 17 anos de carrei- 
ra e já vendeu mais de 40 
milihões de discos, com um 
Grammy de Melhor Canção 
de Rock por "With Arms 
Wide Open" (2001). 

Muitos a consideram 
umas das maiores bandas 
de rock das últimas déca- 
da, com destaque para su- 
cessos como "My Sacrifice", 
"Higher", "One Last Breath" 
e "One", retirados de seus 
cinco discos de carreira. A 
banda atual traz quatro in- 



tegrantes da formação ori- 
ginal: Scott Stapp (vocal), 
Mark Tremonti (guitarra), 
Brian Marshall (baixo) e 
Scott Phillips (bateria). 

Como é típico do grun- 
ge, as músicas do Creed car- 
regam na melancolia e nas 
mensagens que tentam fa- 
lar de esperança e paz es- 
piritual. Com apenas um 
disco lançado após seu re- 
torno, o Creed mostra neste 
espetácuio o show do DVD 
"Creed Live", gravado em 
2009 com os grandes suces- 
sos da banda. 



Programe-se: 



No Pepsi on Stage 

(av. Severo Dulius, 1.995 
Hoje, às 2lh30 
Ingressos de R$ 50 

a R$ 100, à venda na 
Multisom (rua dos 
Andradas, 1.001), 
pelo tel: 4003-5588 
e no site www. 
ticketsforfun.com.br 




Quarteto mostra músicas consagradas em 17 anos de carreira 1 divulgação 



Música. Encontro com o 
tango de Carlos Gardel 



Um dos maiores nomes do 
tango de todos os tempos é o 
tema de hoje do Núcleo de Es- 
tudos da Canção, projeto da 
Universidade Federal do Rio 
Grande do Sul. 

Quem conduz a conversa 
sobre "Carlos Gardel e a géne- 
se do tango-canção" é o pro- 
fessor Luis Augusto Fischer, 
que terá a companhia do mú- 
sico Arthur de Faria na inter- 
pretação de temas de Gardel 
e nas abordagens que aproxi- 
mam o surgimento do tango- 
canção argentino e do samba 
brasileiro. "No Brasil e na Ar- 
gentina a história era a mes- 
ma: a cultura popular tomava 
forma com o cruzamento das 
informações dos europeus 
imigrados e dos negros escra- 
vizados", diz Faria. 

O encontro começa às 19h, 
na Sala Fahrion da Reitoria da 



UFRGS (av. Paulo Gama, 110). 
Entrada franca. ® metro poa 




Cinema 



'Blow-Up' faz 
psicanálise na 
tela grande 

O projeto Cineterapia 
apresenta hoje 
o filme "Blow-Up - 
Depois daquele Beijo", 
clássico de Michelangelo 
Antonioni. O 
bate-papo será com 
o psicanalista e 
diretor de teatro 
Júlio Conte, do sucesso 
"Bailei na Curva". 
O filme gira em torno 
de um fotógrafo 
de moda insatisfeito 
com sua vida que 
começa a investigar 
um assassinato. 
A partir das 2 Oh no 
CineBancários 
(rua General Câmara, 
424), com entrada 
franca. Tel.: 3433-1204 



Música 



Villa-Lobos na 
trilha da música, 
letras e artes 

A pianista Olinda 
Allessandrini, a escritora 
Marô Barbieri e 
a artista plástica Clara 
Pechansky lançam 
hoje o livro "Cirandas 
de Villa-Lobos - 
Reinvenções", com 
releituras em música, 
literatura e artes 
plásticas da obra 
de Villa-Lobos. 
O espetácuio de 
lançamento, com a 
participação das 
três artistas, será no 
StudioClio (rua José do 
Patrocínio, 698 - tel.: 
3254-7200), às 19h30. 
Ingressos a R$ 20 e 
R$ 30, descontados 
na compra do livro. 



Miss RS 



Ingressos para a 
final do concurso 
estão à venda 

Já estão à venda 
os ingressos para 
a final do Miss Rio 
Grande do Sul, 
marcado para o dia 
8 de dezembro no 
auditório Araújo Vianna. 
25 candidatas, 
representando as várias 
regiões do Estado, esta- 
rão na passarela. Os in- 
gressos custam R$ 20, 
à venda na bilheteria 
do Shopping Bourbon 
Country, pelo site 
www.ingressorapido. 
com.br e pelo tel.: 
4003-1212. 
A partir de I o de 
dezembro, também 
haverá vendas no pró- 
prio Araújo. 

© METRO POA 



Melhora 

O estado de saúde do 
escritor Luis Fernando 
Verissimo, 76 anos, 
melhorou bastante ontem. 
Segundo o boletim 
divulgado à tarde pela 
equipe médica do Hospital 

Moinhos de Vento, 
Verissimo "continua com 
melhora progressiva e já 
foi suspensa, inclusive, a 
sedação para a retirada do 
suporte respiratório". O 
resultado dos exames 
atestou somente a 
presença do vírus da gripe 
comum, responsável pelo 
processo infeccioso. Mas 

sua condição ainda é 
considerada grave e ele 
permanece na CTI. 




e cruzar a linha de chegada 




compartilhar esse momento, também não 



A Claro sabe que a emoção não pode esperar. 

Por isso, oferece a internet móvel mais rápida do Brasil. 

E é patrocinadora oficial da Equipe Sauber F1 . 





metm 



14 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 

www.readmetro.com 



O velho Clint 
em mais um 
grande papel 

Cinema. 0 veterano Clint Eastwood é o protagonista de 
'Curvas da Vida', dirigido por Robert Lorenz, seu ex-assistente 




Clint Eastwood contracena com Amy Adams, de quem é pai no filme "Curvas da Vida" i warner/divulgação 



Aos 82 anos, Clint Eastwood 
vive um recrutador octoge- 
nário de beisebol que sofre 
de uma degeneração ocular 
no filme "Curvas da Vida", 
uma das novidades nos ci- 
nemas de Porto Alegre. Mas, 
diante dos repórteres, ele se 
mostra tão ágil quanto Amy 
Adams ou Justin Timberla- 
ke, seus colegas de elenco 
de 30 e poucos anos. 

O ator diz gostar da pers- 
pectiva que a idade confe- 
re (ao menos por enquanto). 
"Quando você chega lá, sa- 
be bem mais do que os ou- 
tros - até o momento em 
que você começa a esquecer 
tudo", observa. "Então, en- 
velhecer pode ser divertido 
de certa forma". 

Uma das chaves para se 
manter jovem - de acor- 
do com o homem cujo úl- 
timo papel foi o de um ve- 
terano da Guerra da Coreia, 
em "Gran Torino" (2008) - 
é se manter ativo. "Eu ape- 



nas me exercito bastante", 
admite. "Jogava golfe com o 
senhor Timberlake no nos- 
so tempo livre no set." 

Encruzilhada pessoal 

"Curvas da Vida" segue o 
personagem de Eastwood, 
Gus, enquanto ele se en- 
contra em uma encruzilha- 
da entre a vida pessoal e a 
carreira: enquanto confron- 
ta os efeitos da idade avan- 
çada, ele tem que lidar com 
um concorrente iniciante 
no trabalho e com sua filha, 
com quem tenta fazer as pa- 
zes com o passado. 

Apesar de ter renuncia- 
do a tarefa de diretor dessa 
vez e passado o bastão pa- 
ra seu ex-assistente, Robert 
Lorenz, Eastwood se mostra 
confortável em deixar para 
lá um processo no qual con- 
trola tudo sozinho. "Na ver- 
dade, tudo foi meio relaxan- 
te porque eu podia apenas 
sentar e descansar", diz. 



Segundo o ator, abrir por- 
tas para mudanças como es- 
sas é importante, se não ne- 
cessário. "Provavelmente não 
farei novamente as duas coi- 
sas [dirigir e atuar], pelo me- 
nos por enquanto", explica. 
"Mas há alguns anos eu tam- 
bém disse que não ia atuar de 
novo e voltei atrás. Às vezes, 
a gente acaba mentindo um 
bocado." 

Apesar do sucesso, East- 
wood reconhece ter alcan- 
çado um ponto da carreira 
em que já se dá por satisfei- 
to em conseguir trabalhar. 
"Chega um certo ponto em 
que você fica feliz de sim- 
plesmente estar lá", confes- 
sa ele, que ainda aconselha: 
"Tenha consciência do pon- 
to em que você está da vida 
e aproveite. Eu o fiz durante 
minha jornada até agora e 
pretendo ir fazendo o mes- 
mo ao longo dela - que, es- 
pero, seja ainda bem longa". 

® METRO INTERNACIONAL 



Os Stones na intimidade 



O fotógrafo britânico Mi- 
chael Cooper (1941-1973) 
nunca fez parte dos Rolling 
Stones, mas acompanhou 
de perto a ascensão dos mú- 
sicos e vivenciou o agitado 
dia a dia de Keith Richards, 
Mick Jagger, Charlie Watts, 
Bill Wyman e Brian Jones. 



Organizado por Adam 
Cooper, filho de Michael, 
"Early Stones - Fotografias 
lendárias do início da ban- 
da por Michael Cooper" traz 
fotos do período que vai de 
1963 a 1973. Lançamento da 
Editora Planeta (328 págs, 

R$ 79,90). ©METRO POA 




Registros históricos da banda 



DIVULGAÇÃO 



Os Miseráveis 

QUE TAL GANHAR UMA VIAGEM PARA LONDRES 

E curtir A PRÉ- ESTREIA DE OS MISERÁVEIS? 

ACEisSFA PÁGINA FACEaOQK.COM/METRQJORMl, CONFIRA 0 RF.GULAMFNTD E RESPONDA: 

"POR QUE O SEU DESTINO É IR PARA LONDRES ASSISTIR À 
PRÉ ESTREIA DO FILME OS MISERÁVEIS?" 

QCSBtOCWÍIE A PR0WÇAOC0ÍA A$f HUA DO OU- 

FANTINE 



WQRKINGJTTTLE 



« m i I i 



UNIVERSAL. 

-ZL* 



PflOMOÇÀO 



O que cie Tu. 
ninguém conu^oc. 




CAM PAN HA 
EDUCAR PARA TRANSFORMAR 
CONQUISTA DOIS TOP DE 
MARKETING ADVB/RS 2012. 

Ao defender a bandeira da educação, o Sistema FIERGS 
vem contribuindo decisivamente para a evolução da sociedade 
e o crescimento sustentável do Estado. Receber o TOP 
de Marketing na categoria Entidades, ONGs e Associações 
e o TOP Sustentabilidade é um estímufo ao nosso trabalho. 




Educar para transformar 



metn 



16 



VARIEDADES 



PORTO ALEGRE, SECUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 

www.readmetro.com 




Ecoinovação 



FREDGELLI 

LEITOR.SPrô) METROJORNAL.COM.BR 



0 DESIGN DA NATUREZA 
INSPIRANDO 0 FUTURO 

Quem nunca, em um momento de fúria, na tentativa de 
abrir um sache de catchup, não se lambuzou todo? Ou, 
ao tentar vencer o lacre de um vidro de xarope, não aca- 
bou cortando o dedo? Foi a partir de experiências malsu- 
cedidas como essas que eu, há 26 anos, no início do meu 
curso de desenho industrial na PUC-RJ, resolvi me con- 
centrar nos desafios diários que enfrentamos com emba- 
lagens mal desenhadas para ajudar pessoas no seu sagra- 
do direito de ter acesso seguro a produtos que compram. 

No momento de defender minha intenção para minha 
professora na época, ela, Ana Branco - até hoje minha gu- 
ru - fez uma pergunta que mudaria minha vida: - Já pen- 
sou na embalagem que te trouxe ao mundo? Ela estava 
me convidando a olhar para a barriga da minha mãe co- 
mo uma superembalagem que protegia e nutria e - na ho- 
ra exata - expulsava o conteúdo. No caso, eu! 

Ana me provocava a olhar para a natureza como 
uma superdesigner, uma fantástica projetista de em- 
balagens como a casca da banana, o ovo, ou a atmosfe- 
ra. Essa ideia tão intuitiva de aprender com a natureza 
há mais ou menos 50 anos ganhou forma e um nome 
complicado: biônica. Quem não se lembra do Homem 
de Seis Milhões de Dólares, que corria mais que um 
carro? Seus membros eram "biônicos", pois se trata- 
vam de tecnologia que imita e se inspira na natureza. 
Exemplos clássicos de soluções biônicas como os rada- 
res, inventados a partir da navegação dos morcegos; ou 
o velcro, inventado a partir da forma como os carrapi- 
chos grudam nas nossa meias, fazem parte do nosso 
dia a dia sem nos darmos conta. 

A ideia simples e poderosa por trás dessa ciência 
tem um enorme potencial de nos ajudar a sair da en- 
crenca evolutiva em que nos metemos como espécie. 
Em um planeta superpopuloso, sem termos mais onde 
jogar lixo, teremos nos próximos anos um enorme des- 
fio criativo: redesenhar todo o nosso modo de vida. E é 
aí que entra a natureza, que há mais de 3,5 bilhões de 
anos vem desenvolvendo soluções geniais e sustentá- 
veis para problemas muito semelhantes. Só temos que 
de olhar para ela não apenas como fonte de recursos 
mas também como fonte de sabedoria e inspiração. E 
o que é melhor: podemos copiar à vontade, pois Deus 
não cobra direitos autorais. 

Fred Gelli é formado em design de produto e design gráfico pela PUC-RJ, cofundador e diretor 
de Criação da Tátil Design de Ideias. É professor de ecoinovação e biomimética na PUC-RJ. 



A coluna Na Ponta do Lápis", de Marcos Silvestre, 
passa a ser publicada às quartas-feiras, na seção Economia. 



Os invasores 



MÁ IHlla 




li K*l HÃO 
Aíi PU*?.HAÍÍ 



ALTI3 Qílt;^ 




Cruzadas 



wwvf . í%M{ u íf el . eoriL br 



C Rrvíitas COQUETTiL 



jquifi 


T 


E-slado da quem jíi> 
EUJ duJânlr a Hí» 

lannidi par riu 


T 


IHfl.l 


h¥*dl- . 
nm □ T 






f 












r Ti-.n ■!■! 

(*|: salrti 
nmrgia 






Se 


















pafpaíi- 

***** 




rir da 
jpmlho 
da 




r 












7 




Sff»* 


-P- 














'!■-. :■■ 

imita 

FfTKOl. 
r» usd 


1 














L 


+ 




▼ 


Brinqufda 
giialaría 
píbO Si- 

Ade 
















¥ 






âistama 


> 




Qmmur 
m de 






AitIh ot 

Crttiâ 








+ 




+ 





















EMHCO TH3 55p SEdon^J -SF»|5F'I ÍJOASfl.^ "KH!^ pp*,^ 



Sudoku 



Rara soluctónar o Jop, basta preencher com números de 
1 a 9 a& Unhas verticais e horizontais sem repeli-los. 





5 




9 








6 




3 












2 




8 










8 






1 




5 






3 
















1 




6 




8 
















2 






5 




4 






1 










2 




|5 












9 




6 








5 




3 





II 



Solução 



Di r=e I n 5 



□□□□□□□□ 


n 


V 


i 


s 






n 




3 




D 






1 


S 




□□□□□□no 


Q 












1 




íl 


Q 










n 




5 


X 


1 


V 


1 








V 


a 


D 


i 


S 


i 


f! 


3 












3 


? 


J 


9 




3 


ti 




V 


N 




H 


0 


0 


H 


d 


B 


0 


: 


1 






1 






S 





1 


í 


f 


s 


li 


? 








ti 




í 




í 




í 




? 


L 


s 


9 




t 




f 


t 


6 


í 


l 


1 


í 


t 


K 


í. 


£ 




f 


r- 




h 


>? 










•1 


r 


4. 


1 




í 


:■ 




f 




1 




s 






f 


b 


T 


H 


f. 


L 






1 






f 


r 


*J 


^ 




7. 




s 


^ - 





V 



DESCUBRA 
UM MUNDO 

■denovosI 

recordes! 




Leitor fala 



Ç) 



Microsseguro 

Bastante interessante foi o lançamen- 
to de um "seguro contra bala perdida", 
voltado para as classes C, D e E, por 
uma empresa seguradora e sendo ofe- 
recido aos moradores das favelas mais 
simbólicas do Rio de Janeiro e de São 
Paulo, Rocinha e Heliópolis. Por 
R$ 3,50 mensais, o seguro é voltado pa- 
ra pessoas que tenham entre 20 e 50 
anos de idade. Em caso de morte, a fa- 
mília do segurado recebe R$ 20 mil. 
Quase 500 contratos já foram fechados. 
O novo produto é um projeto-piloto 
da seguradora para entrar no mercado 
de micros seguros, que deve ser regula- 
mentado ainda este ano no Brasil. Mais 
do que um "seguro popular", que po- 
de ser oferecido a clientes de qualquer 
classe social, o microsseguro é um pro- 
duto direcionado exclusivamente à bai- 
xa renda, como uma forma de inclu- 
são e até de assistência social. Apesar 
dos esforços das autoridades, a proba- 
bilidade de um ato violento acontecer, 
tornou-se tão frequente que propicia a 
existência de um serviço privado de se- 
guros para tais acontecimentos. 

DANILO GUEDES ROMEU - PORTO ALEGRE, RS 



Metro Pergunta 



9 



Você concorda com a 
demissão de Mano no Twitten 
Menezes do cargo de @jornai_metropoa 

técnico da Seleção? 

(aRibeiroGrandson 

Com certeza! Por muito menos, o Dun- 
ga foi execrado... O Mano não ganhou 
nada! 

(ajaahmooreira 

Já foi tarde!! 

@_bilima 

Pouco importa, eu torço pra Argentina. 
E o pior também não é o Mano sair da 
Seleção, é o Dunga vir pro Inter... 

@DuplaGRE_NAL 

SIM. 2 anos pra arrumar a Seleção pra 
Copa. Hora certa. Tem que ser técnico 
de pulso firme. Muricy, Felipão, Luxa 
ou Tite. 



IA NAS 
LIVRAR IAS! 




Para falar com a redação: 
leitor.poa@metrojornal.com.br 



Participe também no Facebook: 
www.facebook.com/metrojornal 



tfesErei . Está escrito nas estrelas 

Q guia 

T Aries (21/3 a 20/4) Dificuldades para poder escolher qual o 
caminho a ser seguido, as melhores opções do dia podem ser ex- 
tremamente opostas gerando muitas dúvidas e incertezas. 

TOUrO (21/4 a 20/5) Dia de ser mais seguro em suas decisões 
e escolher o que for mais garantido para o seu futuro, mesmo 
que haja outras oportunidades bem mais interessantes. 

n GêmeOS (21/5 a 20/6) Vontade de abraçar o mundo como se 
ele inteirinho coubesse em seus braços. Porém, isto não é possí- 
vel, será preciso se dedicar a menos objetivos ao mesmo tempo. 



Câncer (21/6 a 22/7) Evite se isolar pensando que será me- 
lhor fazer tudo sozinho para não deixar que os outros percebam 
o quanto tudo está sendo difícil para você, peça ajuda. 



Leão (23/7 a 22/8) Despertar de novos interesses e muito 
amor para dar para o seu parceiro, dia de aceitar melhor algumas 
novidades que podem lhe trazer vantagens e destaque. 



n? 



Virgem (23/8 a 22/9) Período final de acertos e correções em 
situações que precisam ser revistas antes de você ir adiante no 
seus objetivos. Divida o peso das suas dificuldades. 



Libra (23/9 a 22/10) Concorrência acirrada, hoje orgulhos e 
vaidades serão as ferramentas mais utilizadas. Evite se desgastar 
demais, só entre na briga se valer muito a pena. 



TH 



ESCOrpiãO (23/10 a 21/11) Assuntos envolvendo bens mate- 
riais em alta, procure não ter pressa ao analisar os detalhes nas 
negociações para não ter prejuízos, faça tudo com muita calma. 



SA Sagitário (22/ll a 21/12) Dia de encruzilhadas, as opções que 

você tem em suas mãos podem te levar a caminhos bem diferen- 
tes, procure analisar tudo com tempo para escolher direito. 



V5 



Capricórnio (22/12 a 20/1) Tenha mais atenção nas parcerias 
e relacionamentos, as pessoas podem estar esperando muito mais 
de você e poderão se afastar se não estiverem satisfeitas. 



Aquário (21/1 a 19/2) Presença marcante de pessoas impor- 
tantes em sua vida, seja no amor ou na profissão alguém pode 
surgir e lhe dar muito apoio ou se tornar uma ótima companhia. 

H Peixes (20/2 a 20/3) Assuntos materiais entrando em questão, 
procure agir com imparcialidade para não criar problemas para 
você mesmo, lute pelo equilíbrio entre as pessoas. 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 
www.readmetro.com 



CULTURA 17 




 Arena ganha filme 



Grémio. Filme 
documenta obras 
do novo estádio 

Às vésperas da inaugura- 
ção do novo estádio do Gré- 
mio, um cineasta torcedor 
resolveu documentar toda 
a obra da Arena. O resulta- 



do é mais um filme sobre 
o tricolor gaúcho, "Arena 
- A Construção de um So- 
nho", que está em cartaz 
no Instituto NT. "A missão 
era terminar o filme antes 
da inauguração do estádio. 
Acho que o resultado vai 
agradar aos gremistas", diz 
Eduardo Muniz, diretor do 



documentário. 

Entre depoimentos de 
gremistas ilustres como o 
ex-jogador Milton Kuelle, o 
diretor ainda recupera a his- 
tória dos estádios anterio- 
res do time: a Baixada, lo- 
cal onde fica hoje o parque 
Moinhos de Vento, e o Olím- 
pico, na Azenha. © metro poa 




é IMPOSSÍVEL 

COMEMORAR 
SOZINHO. 

BRASKEM. TOP DE MARKETING ADVB, 
CATEGORIA SUSTENTABILIDADE. 

Preservai o meio ambiente e trazer novas perspectivas de vida para cada vez mais 
pessoas, É assim que o programa de reciclagem da Braskem está sendo reconhecido 
com o prémio Top Sustentabilidade. O resultado é o aumento de renda e inserção social 
produtiva dos cata d ores e a carreta destinação dos resíduos sólidos com a reciclagem do 
plástico, A Braskem tem a maior felicidade por poder comemorar esse prémio com todos 
aqueles que trabalham para termos um mundo melhor. 



Braskem |# 

É impossível ser feliz sozinho GOOS 




18 TURISMO 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 

www.readmetro.com 



Para 
conhecer 

No ano 70, cerca de mil 
judeus que estavam 
fugindo se refugiaram em 
um local no topo de um 
assentamento isolado e 
alto, e lá construíram um 
palácio. Soldados 
romanos, para tentar 
alcançá-los, construíram 
uma rampa enorme. 



As ruínas de Israel 



Arqueologia. Desvendar as inumeráveis 
marcas do passado na região é fonte de 
conhecimento e diversão para os turistas 



Israel guarda traços de seus 
antigos habitantes em ca- 
da canto do país. Para quem 
quer conhecer bem esse pas- 
sado, a cidade de Cesareia, no 
Mar Mediterrâneo, ao norte 
de Tel Aviv, é uma ótima op- 
ção de roteiro para as férias. 

Herodes, rei da Judeia, 
construiu a cidade 25 anos an- 
tes de Jesus nascer. Como si- 
nal de seu poder, ele também 
construiu o primeiro porto 
artificial do mundo. "Era um 
porto feito pelo homem em 
pleno mar aberto", explica 
Jacob Sharvit, arqueologista 
marinho da Israel Antiquities 
Authority. Para ele, a emoção 
do lugar, mesmo milhares de 
anos depois, ainda é palpável. 
"Eles entendiam tudo sobre 
o vento, as correntes maríti- 
mas. Se construíssemos esse 
porto hoje em dia, os mate- 
riais seriam diferentes, mais 
modernos, mas faríamos basi- 
camente da mesma maneira." 

Com roupas especiais e 
um mapa à prova d'água, os 
turistas podem explorar as 
ruínas de um navio roma- 



no que naufragou há muitos 
anos. É praticamente um mu- 
seu subaquático. 

Porém, também há muito 
para ver em terra firme. Co- 
mo as ruínas de um anfitea- 
tro, um hipódromo e um pa- 
lácio projetado para as ondas 
do Mediterrâneo. 

Após a morte de Herodes, 
a cidade se tornou a capital 
romana da região até o ano 
640, quando foi tomada pe- 
los árabes, que governaram a 
região até 1101, ano de início 
das cruzadas. Em 1261 a cida- 
de foi dominada, só que dessa 
vez, pelos mamelucos, que a 
deixaram em ruínas. 

Em 1878, refugiados mu- 
çulmanos da Bósnia chega- 
ram à região, mas acabaram 
por deixá-la em 1948, duran- 
te a Guerra da Independência. 

Cada um desses povos dei- 
xou sua marca nos muros e 
construções da cidade. E isso 
tudo só em Cesareia. No norte 
da cidade ainda estão assenta- 
mentos fenícios mais antigos 
que o próprio domínio de He- 
rodes. ® METRO INTERNACIONAL 




BeitShe'arim 

Dentro das cavernas ocas de calcário foram cons- 
truídos centenas de sarcófagos com inscritas escul- 
pidas, que guardaram os restos mortais de pessoas 
muito ricas e importantes da época. Eles podem ser 
encontrados até hoje. © metro internacional 




0 país carrega até hoje as marcas dos povos que viveram por lá há milhares de anos i metro internacional 





HezekialVsTunnel 

Há cerca de 2800 anos, para parar os exércitos invasores 
que estavam cortando a água de Jerusalém, trabalhadores 
esculpiram um túnel para desviar água do rio Gihon, sob 
as muralhas da cidade. Hoje é possível percorrer esse túnel 

a pé. © METRO INTERNACIONAL 



MICHAEL 
BAUER 

Um guia turístico 
que ama desvendar 
e estudara história 
de Israel 

Israel é um país pequeno, 
mas seria necessária uma vi- 
da inteira para explorar tu- 
do que ele tem a oferecer. 
Michael Bauer, guia turísti- 
co na região, sabe disso me- 
lhor do que ninguém. 
Sua mala tem sempre livros 
de história. Por quê? 
Eu nunca vou terminar de 
estudar tudo sobre Israel. 
Quanto mais eu estudo, mais 
eu percebo que ainda tenho 
muito pela frente. 
O que você mais ama no seu 
trabalho? 

Estar sempre na rua, apren- 
dendo com os grupos que 
acompanho. 

© METRO INTERNACIONAL 



A maior empresa 
de Tecnologia da 
Informação do Brasil 
tem só 9 anos. 
Nada mais natural 
do que ela estar 
preocupada com 
o futuro. 

GetNet. Vencedora do Top de Marketing ADVB RS 2012 - Sustentabilidade, 
com o case GetNet e o Paradigma da MacrossustentabiLídade. 




20 ESPORTE 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 

www.readmetro.com 





Cada) 



ovo Em mais uma atuação fraca, Inter 
perde pela quarta vez consecutiva 




Recado para as crianças 



No decorrer da semana, 
o Inter deverá anunciar 
quem será o seu técnico pa- 
ra 2012. A medida é vista 
como um maneira de reani- 
mar o elenco para o clássico 
Gre-Nal após a derrota por 
2 a 0 para a Portuguesa, on- 
tem. A partida foi a despedi- 
da do time do Beira-Rio, que 
será fechado até o segundo 
semestre de 2013 para ace- 
lerar as obras de reforma. A 
situação deixou de ser me- 
lancólica para se tornar ir- 
ritante para o torcedor pre- 
sente no estádio. 

O nome mais forte para 
assumir o time segue sendo 
o de Dunga. De acordo com 
o presidente Giovanni Lugi, 
Mano Menezes, recém-de- 
mitido da Seleção Brasilei- 
ra, gostaria de ter alguns dias 
de descanso antes de voltar a 
trabalhar. 

Se o futuro comandante 
colorado estivesse assistindo 
a partida de ontem, ele deve 
ter se sentido no direito de 
pedir alguns mil reais a mais 
no seu contrato, porque o 
que se viu em campo foi apa- 
vorante. Dida, goleiro da Por- 
tuguesa, realizou a sua pri- 
meira defesa na partida aos 5 
minutos do segundo tempo, 
após chute de um apagado 
Leandro Damião. Até então, 
o Inter não levava nenhum 
perigo ao gol adversário. 



19 



gois sofreu o Inter em 19 jogos 
no Beira-Rio neste Brasileirão. 
0 time venceu nove vezes em 
casa, empatou quatro e perdeu 
seis. 

Diego Forlán não acertou 
um lance sequer no ataque e 
quando errou na defesa, a Lu- 
sa abriu o placar, aos 30 mi- 
nutos. O uruguaio perdeu 
a bola, Luis Ricardo driblou 
Muriel e abriu o placar. 

A torcida não perdoou o 
atacante. Mas a vaia não foi 
uma exclusividade de For- 
lán. DAlessandro também 
ouviu manifestações con- 
tra si. A atitude do torce- 
dor não agradou ao argenti- 
no. "É ruim, é ruim mesmo. 
Esse grupo tem que ser res- 
peitado. Ganhamos muita 
coisa", disparou o irritado 
camisa 10. 

O segundo gol dos visitan- 
tes saiu em nova falha indi- 
vidual. Desta vez de índio. 
Após perder a bola, o zaguei- 
ro derrubou o atacante Ana- 
nias na área. Marcelo Cor- 
deiro cobrou a penalidade e 
ampliou. 



VALTER JÚNIOR 

I METRO PORTO ALEGRE 




Luis Ricardo e Ananias comemoram gol da Portugesa 1 gustavo granata/agif/folhapress 



0 mercado falava da 
saída dele há muito 
tempo. Tenho a 
informação de que ele 
pretende ficar entre 
60 e go dias parado. 
Existem poucas opções 
posssíveis. 

GIOVANNI LUIGI SOBRE MANO MENEZES 



INTER M ur i e ^ Élton (Rafael Moura), Rodrigo 
Moledo, índio e Massari (Lucas Lima); 
Ygor , Guinazu, Fred e D'Alessandro; Forlán 
(Cassiano) e Leandro Damião. 
Técnico: Osmar Loss 



PORTUGUESA 



Dida; Luís Ricardo, Gustavo, 
Rogério e Marcelo Cordeiro; 
Fernando, Léo Silva, Boquita e Moisés (Lima); 
Ananias (Zé Antônio) e Bruno Mineiro 
(Rodriguinho) . Técnico: Geninho 

• Estádio. Beira-Rio. • Gois. L. Ricardo, aos 30' do I o tempo, e 
M. Cordeiro, aos 9' do segundo tempo. «Arbitragem. Wagner 
Reway (MT), auxiliado por Roberto Braatz (Fifa-PR) e Luiz Cláudio 
Regazone (RJ) 








1 Corinthians 1 


1 Santos 1 


Tite divulga hoje 
23 inscritos para 
0 Mundial 

O técnico Tite deve di- 
vulgar hoje a lista com 
os 23 inscritos para 0 
Mundial de Clubes. An- 
derson Polga e Guilher- 
me são as dúvidas para a 
reserva de Raif. ® metro 


Muricy,denovo, 
dispara contra a 
diretoria do Peixe 

O técnico Muricy Rama- 
lho voltou a criticar a cú- 
pula santista pela demo- 
ra em trazer reforços. 
"Estou um pouco cansa- 
do disso", afirmou 0 trei- 
nador. ® METRO 



Guga faz a alegria das crianças na zona sul 

Gustavo Kuerten fez a alegria das crianças do projeto WimBelemDon, que utiliza o ténis como meio de 
inclusão social. Junto com grandes nomes do ténis nacional como Fernando Meligeni, Thomas Koch, 
Bruno Soares, Marcelo Melo e João Zwetsch, o ex-tenista prestigiou o evento Rolando Arroz, no sábado, 
batendo bola e conversando com os jovens que o cercaram para tirar fotos. 1 RICARDO TIM0LI/DIVULGAÇÃ0 







1 Taça 1 


1 Medalha 1 


Juventude 
conquista Copa 
Hélio Dourado 

O empate por 0 a 0 com 
0 Brasil-Pel, em Pelotas, 
deu ao Juventude 0 títu- 
lo da Copa Hélio Dourado. 
Na ida, 0 Alviverde venceu 

por 2 a 1. © METRO POA 


Juliana Santos 
leva prata na 
ginástica 

A ginasta gaúcha 
Juliana Santos ficou em 
segundo lugar do 
Circuito Caixa, 
disputado em Aracaju- 
Se, no sábado, ©metro 



"Não esperava que 
um dia eu estivesse 
aqui participando de 
algo tão magnífico. É 
importante enfrentar 

as dificuldades. 
Aproveitem bastante 
esta oportunidade e 
busquem um modo de 
vida digna através do 
esporte." 

GUSTAVO KUERTEN 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 
www.readmetro.com 



ESPORTE 21 



Canoas arranca com 
vitória na Superliga 

Vôlei. Em sua primeira partida na elite do vôlei nacional, time do técnico Pauião vence 



O começo do Canoas na Su- 
perliga masculina de vô- 
lei foi com vitória, no sába- 
do. Após um primeiro set 
com muitos erros, a equi- 
pe gaúcha conseguiu a vi- 
rada sobre o Imperatriz, 
de Florianópolis, por 3 a 1 
(15/25, 25/21, 25/21 e 25/19), 
pela primeira rodada da 
competição. 

Apesar de atuar em casa 
e contar com uma equipe 
experiente, os canoenses 
erraram muito na primei- 
ra parcial. "Como treina- 
dor, nunca havia passado 
por essa experiência. En- 
tão foi difícil controlar a 
ansiedade. Talvez por isso 
não fizemos um bom co- 
meço de jogo. Deixamos 
a equipe deles crescer no 
primeiro set", comentou o 
técnico Pauião. 

Para o segundo set, o 
treinador modificou a equi- 
pe e colocou em quadra o 
capitão Minuzzi. O jogador 



12 



pontos marcou Minuzzi, 

o maior pontuador do Canoas 

na partida contra o Imperatriz. 



entrou bem no jogo, dando 
volume à equipe gaúcha pa- 
ra vencer os sets seguintes. 

Minuzzi foi o maior pon- 
tuador do Canoas, com 12 
bolas no chão, sendo elei- 
to o melhor jogador da 
partida. 

"Mostramos a todos do 
que esse time é capaz. Su- 
peração, capacidade de li- 
dar em situações adver- 
sas e vontade de vencer", 
comemorou. 

O Canoas volta a jogar na 
quinta-feira contra o Cruzei- 
ro, atual campeão da Super- 
liga. A partida será em Con- 
tagem, às 20h. 




Brasil termina 
Grand Prixcom 
seis medalhas 

A campanha brasileira 
no Grand Prix de Qing- 
dao, na China, disputado 
no fim de semana, termi- 
nou com o ouro de Victor 
Penalber na categoria até 
81 kg. Penalber venceu na 
final o russo Murat Kha- 
bachirov por ippom. 

O país conquistou 
quatro medalhas de pra- 
ta uma delas veio com 
a gaúcha Maria Portela, 
atleta da Sogipa. O país 
ainda levou uma meda- 
lha de bronze, deixando 
o Brasil na quinta posi- 
ção no quadro de meda- 
lhas. ® METRO 



Campeão 



ACBF vence o 
Estadual de futsal 

No sábado, a ACBF sa- 
grou-se campeã esta- 
dual de futsal ao vencer o 
Atlético de Erechim por 
7 a 4 no tempo normal e 
por 3 a 1 na prorrogação. 



Goiás 
vence a Série B 
do Brasileiro 

A vitória por 2 a 1 do Goiás so- 
bre o Joinville, no sábado, ga- 
rantiu ao time goiano o títu- 
lo da Série B do Campeonato 
Brasileiro. Entre os destaques 
da equipe do técnico Ender- 
son Moreira, que trabalhou 
no Inter, estão o meia Ricardo 
Goulart e os atacantes Walter 
e Iarlei, todos com passagem 
pelo colorado. 

Junto com o Goiás, esta- 
rão na elite do futebol na- 
cional na próxima tempo- 
rada o Criciúma, além de 
Vitória e Atlético-PR, que 
garantiram o acesso no fim 
de semana. Os rebaixados 
para a Terceira divisão fo- 
ram CRB, Guarani, Ipatin- 
ga e Grémio Barueri. © metro 






* PORTO Dí 

Alexandria 



More na melhor localização da cidade. 




Piscinas 



1 

Lançamento 


Kurashiki 


2 dorms. 


Entrada 


29 parcelas 


Financiamento 


1 R$ 2.886, 


R$ 100, 


R$ 90.409, 




Lazer completo 



TOTAL 
RS 96.196, 



Visite os apartamentos decorados: Rua Lúcio Bittencourt, 1 581 - Kurashiki. 



NOVOS 
BENEFÍCIOS 



* QUEDA DOS JUROS, 

* AUMENTO DOS SUBSÍDIOS. 

• AMPLIAÇÃO DOS LIMITES. 




È PiBJMCfciJC neroto #7ífWrt HTWtatt-pilrin BiM #2 fcnUfrifcçpn Mi tinto 
Vvám > M í nim a mmflft 3wrt»A mflt fr i i^i *J r«Çn : p*?>i> rM TY*v&ti **hj*i 



CAIXA 



úmo b 

conqufstar 



4004-9000 

www.mrv.com.br 



Engenharia 



metni 



22 



ESPORTE 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRODE 2012 

www.readmetro.com 



1 . JULIA CHEQUER/FOLHAPRESS 2 . RICARDO MORAES/ 
REUTERS 3 . XPB.CC LIMITED/HONOPIX/FOLHAPRESS 
4 . PAULO WHITAKER/REUTERS 
5 . ERIC VARGIOLO/FRAME/FOLHAPRESS 




1 



Emocionado. Massa vai às 
lágrimas com o 3 o lugar no pódio 

O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, chorou ao subir 
no pódio para receber seu troféu, metro 



2 



Apresentação. Pilotos desfilam 
antes do início da corrida 



Pouco antes das luzes vermelhas se apagarem, 
ospilotos saudaram a torcida brasileira, metro 



3 



Lendas. ícones da Fórmula 1 
acompanham prova de Interlagos 



Nelson Piquet (à esq.) e o austríaco Niki Lauda no GP. 
Emerson Fittipaldi também esteve presente, metro 

Bom perdedor. Alonso reconhece 
superioridade adversária 

Mesmo abatido por não ter conseguido reverter a 
desvantagem, espanhol elogiou Vertei, metro 



5 



Despedida. Schumacher recebe 
homenagem no adeus 




Numero 1 
de novo! 



9 



I 




O heptacampão Michael Schumacher, da Mercedes, 
fez ontem sua última corrida na Fórmula 1. metro 



"Tentaram fazer de tudo 
contra a gente este ano. 
Mas eu aprendi desde 
criança a ser honesto, e 
foi assim que vencemos." 

SEBASTIAN VETTEL, RED BULL 



"Eu acho que foi a 
corrida mais difícil que 
já disputei. Ainda assim, 
seguimos acreditando e 
sendo nós mesmos." 

SEBASTIAN VETTEL 



"Estar virado na contra- 
mão na saída de uma 
curva não traz um 
sentimento confortável. 
Tive sorte de ninguém 
mais bater em mim." 

SEBASTIAN VETTEL 



Um ano para ficar marcado 
na história da Fórmula 1. De- 
pois de uma temporada mar- 
cada pelo equilíbrio, que te- 
ve sete vencedores diferentes 
nas sete primeiras corridas, a 
decisão do Mundial ficou pa- 
ra o imprevisível circuito de 
Interlagos, a última das 20 
etapas. O vencedor, que ficou 
em segundo plano por con- 
ta da disputa do título entre 
o alemão Sebastian Vettel, da 
Red Buli, e o espanhol Fer- 
nando Alonso, da Ferrari, foi 
Jenson Button, da McLaren. 

E o imponderável traba- 
lhou a favor de Vettel, que co- 
meçou a prova com 1 3 pontos 
de vantagem sobre Alonso. O 
título até flertou com o espa- 
nhol algumas vezes, mas, no 
fim, se casou com o piloto da 
Red Buli. Com o 6 o lugar no 
GP do Brasil, Vettel se agarrou 
ao regulamento e sagrou-se, 
aos 25 anos e 145 dias, o tri- 
campeão mais jovem da his- 
tória da Fórmula 1. 

A corrida 

Fernando Alonso queria um 
verdadeiro caos. Em 7 o no 



Eletrizante. Sebastian Vettel bate na 
primeira volta e, mesmo com o carro 
avariado, chega em 6 o para se tornar o mais 
jovem tricampeão da Fórmula 1. Button 
vence GP do Brasil e Alonso é o 2 o colocado 



grid, o espanhol precisava de 
um milagre para tirar o títu- 
lo do alemão. E essse milagre 
tinha nome: chuva. Ela, po- 
rém, não veio com a intensi- 
dade esperada. Mas, se o caos 
não aconteceu, drama não 
faltou na prova de Interlagos. 

Vettel largou em 4 o e pre- 
cisava apenas manter o pos- 
to para ser campeão. Mas lar- 
gou mal e, para piorar, foi 
tocado por Bruno Senna, da 
Williams, rodou e foi parar 
em último. O brasileiro aban- 
donou a corrida. Alonso sal- 
tou para 3 e , A situação lhe da- 
ria o título. Ainda mais com 
a ajuda de Felipe Massa, que 
segurou os rivais e permitiu a 
ultrapassagem do espanhol. 

Mas a alegria do piloto da 
Ferrari durou apenas cinco 
voltas. Tudo porque Vettel re- 



solveu dar um show na parte 
de trás. Mesmo com o escapa- 
mento amassado, o alemão 
já figurava entre os sete pri- 
meiros na oitava volta. 

Enquanto isso, Nico Hul- 
kenberg, da Force índia, as- 
sumiu a ponta. Mas o Safety 
Car entrou na pista e a dis- 
tância dos líderes zerou. 

A liderança mudou de do- 
no na volta 48, quando Hul- 
kenberg rodou na pista já 
úmida. Lewis Hamilton, que 
teve um grande fim de sema- 
na, ao conquistar a pole posi- 
tion no treino de sábado, as- 
sumiu a ponta. 

Mas, na volta 55, o im- 
previsível agiu novamente. 
Hulkenberg e Hamilton ba- 
teram, após o alemão escor- 
regar a traseira do carro em 
uma tentativa de ultrapassa- 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 
www.readmetro.com 



ESPORTE 23 



PAULO WHITAKER/REUTERS 



CLIVE MASON/GETTY IMAGES 




gem. O inglês foi obrigado a 
abandonar a prova. 

A oito voltas do fim, a si- 
tuação era essa: em 2 o , Alon- 
so precisaria de um 8 o lugar 
de Vettel para ser campeão. 
Mas o alemão estava em 7 o , 
e ganhou uma posição pas- 
sando Shumacher, que não 
se esforçou para impedir a 
ultrapassagem. 

A tensão aumentou. E a 
chuva também. Para a Ferra- 
ri, restava torcer por um erro 
do líder, Burton. Se isso acon- 
tecesse, Vettel teria de ganhar 
mais duas colocações a cinco 
voltas do término, o que pare- 
cia improvável - especialmen- 
te com a pista molhada. 

E o título foi decidido a 
duas voltas da linha de che- 
gada, quando Paul Di Resta 
bateu e o Safety Car foi acio- 
nado. Pelo rádio, Vettel só te- 
ve tempo de ouvir "Você é tri, 
você é o cara", antes de esta- 
cionar sua Red Buli e desabar 
em lágrimas. 



WILSON 
DELL'IS0LA 

METRO SÃO PAULO 




"Foi uma boa largada, 
mas Vettel mergulhou 
na curva e não me viu. 
Não era o fim do GP do 
Brasil que eu queria/ 1 

BRUNO SENNA, DA WILLIAMS 



"Esporte é isso, um 
ganha e outro perde. 
Mas estou orgulhoso 
do meu trabalho e da 
minha equipe." 

FERNANDO ALONSO, DA FERRARI 



"Estou sem palavras, 
a corrida foi fantástica. 
Fizemos tudo que 
podíamos, mas não deu. 
De qualquer forma, estou 
feliz com o resultado." 

FELIPE MASSA, DA FERRARI 



PILOTOS 


Pontos 


19 


S. VETTEL (RED BULL) 


281 


1°- 


F.AL0NS0 (FERRARI) 


278 


39 


K. RAIKK0NEN (LOTUS) 


207 


4Q 


L HAMILTON (MCLAREN) 


190 


59 


J. BUTT0N (MCLAREN) 


188 




M. WEBBER (RED BULL) 


179 


79 


F. MASSA (FERRARI) 


122 


%°- 


R.GR0SJEAN (LOTUS) 


96 


90 


N. R0SBERG (MERCEDES) 


93 


102 S. PEREZ (SAUBER) 


66 


119 


N.HULKENBERG(F. ÍNDIA) 


63 


122 K.KOBAYASHI (SAUBER) 


60 


132 


M. SCHUMACHER (MERCEDES) 


49 


142 P. Dl RESTA (FORCE ÍNDIA) 


46 


152 


R MALDONADO (WILLIAMS) 


45 


162 


B. SENNA (WILLIAMS) 


31 


172 


J. VERGNE (TORO ROSSO) 


16 


182 


D. RICCIARD0 (TORO ROSSO) 


10 


192 


V. PETR0V (CATERHAM) 


00 


202 


TIMOGLOCK(MARUSSIA) 


00 


212 


C. PIC(MARUSSIA) 


00 


222 


H.K0VALAINEN (CATERHAM) 


00 


232 


N. KARTHIKEYAN (HRT) 


00 


242 


P. DE LA ROSA (HRT) 


00 



Vettel entra no clube do tri 



MARK THOMPSON/GETTY IMAGES 



l 



Vettel: campeão mundial da Fórmula 1 
em 2Q1Q, 2011 e 2012 * 




Sebastian Vettel já pode ser 
chamado de prodígio por 
ser tricampeão da Fórmula 
1 aos 25 anos. Some o fato 
de os títulos terem sido con- 
quistados de forma ininter- 
rupta, algo que somente o 
argentino Juan Manuel Fan- 
gio e o também alemão Mi- 



chael Schumacher consegui- 
ram, e a pergunta se torna 
inevitável: haverá limites pa- 
ra Sebastian Vettel? 

Com 101 corridas e 26 vi- 
tórias no currículo, as mé- 
dias de Vettel são superiores 
às de pilotos do quilate de 
Alain Prost e Ayrton Senna 



no mesmo período da car- 
reira - ambos com um títu- 
lo e 23 vitórias -, e compa- 
ráveis às de Jackie Stewart 
(tricampeão com 100 GPs e 
com uma vitória a mais, po- 
rém, com 34 anos) e Michael 
Schumacher (bicampeão e 
com 27 vitórias). © metro 



metn 



24 



ESPORTE 



PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO DE 2012 

www.readmetro.com 



Falta só um pouco 



Com facilidade, Grémio bate o 
Figueirense por 4 a 2 e fica mais próximo 
de garantir o segundo lugar 



Por pouco a tarde de domin- 
go do Grémio não foi perfei- 
ta. Em uma atuação diante 
de um adversário rebaixa- 
do, o Tricolor venceu por 4 
a 2 o Figueirense, mantendo 
a segunda colocação. Até o 
minuto final o time gaúcho 
estava garantindo matema- 
ticamente a vice-liderança, 
que garante uma vaga na fa- 
se de grupo da Libertadores, 
porém, o Atlético-MG virou 
para cima do Botafogo, man- 
tendo a disputa viva e dan- 
do um tempero extra para o 
Gre-Nal da última rodada do 
Campeonato Brasileiro. 

Apesar de estar com a de- 
fesa e o ataque descaracte- 
rizados, o Grémio não teve 
dificuldades para se impor 
diante de um adversário 
sem pretensões. Em campo, 
a diferença de futebol apre- 
sentado foi condizente com 
a distância da posição dos 



dois clubes na tabela. 

O placar começou a ser 
construído com Elano. Com 
um chute no canto, o meia 
abriu o placar, aos 23 minu- 
tos. Antes do intervalo, Zé 
Roberto, em chute de fora 
da área, marcou. De cabeça, 
Souza ampliou após cobran- 
ça de escanteio. 

O Figueirense tentou rea- 
gir. Formado nas categorias 
de base do Grémio e contra- 
tado pelo São Paulo, Aloí- 
sio foi às redes duas vezes. 
A primeira de pênalti e a se- 
gunda em chute da entrada 
da área. Para não correr ris- 
cos, o Grémio ampliou, aos 
25 minutos, com Lendro. 
Após passe de Elano, o ata- 
cante chutou de primeira. 

Essa semana, a direção 
poderá fechar a renova- 
ção de contrato do meia Zé 
Roberto. 






FIGUEIRENSE Ti f, g ° Vol P i . ; Léo >* m ™ C0 > Gut \ 
e Hélder; Diogo, Túlio (Claudinei), 

Ryan e Bruno Nazário (Léo Lisboa); Jean Deretti e 

Aloísio . 

Técnico:Fernando Gil 


4© 


fRFMIO Marce ^° Grohe; Tony , Werley, Naldo e 
Léo Gago; Fernando (Marco Antonio), 
Souza, Elano (Marquinhos) e Zé Roberto; André Lima 
(Anderson Pico ) e Leandro. 
Técnico:Vanderlei Luxemburgo 


• Estádio. Orlando Scarpelli • Gois. Elano, aos 23', Zé Roberto, aos 
42', e Souza, aos 46' do primeiro tempo; Aloísio, aos 19'e aos 23', 
e Leandro aos 25' do segundo tempo • Arbitragem. Elmo Alves 
Resende Cunha (GO), auxiliado por Christian Passos Sorence (GO) 
e Edson Antônio de Sousa (GO). 



Ze Roberto comemora o segundo gol gremista diante do Figueirense 1 edu andrade/folhapress 



Semana será de mistérios 



O clássico Gre-Nal que fe- 
chará o ciclo do Grémio no 
estádio Olímpico será re- 
cheado de mistérios, pelo 
menos no lado gremista. O 
técnico Vanderlei Luxem- 
burgo avisou que realizará 
treinos com portões fecha- 
dos para esconder a esca- 
lação da equipe no último 
confronto oficial da casa do 



Tricolor. O zagueiro Wer- 
ley é dúvida para o jogo. Ele 
deixou o gramado com do- 
res no tornozelo. No ataque 
a tendência é que os atacan- 
tes Kleber e Marcelo More- 
no, que ficaram de fora da 
partida de ontem, possam 
voltar a atuar na partida do 
próximo domingo. 

METRO 



"Vamos jogar um 
clássico disputado para 
buscar um planejamento 
melhor para a próxima 
temporada, além de 
toda a rivalidade que 
existe." 

VANDERLEI LUXEMBURGO 



Cartaz de Porto Alegre na 
Copa do Mundo é lançado 

r 



Antes da partida entre Inter 
e Portuguesa, a Prefeitura de 
Porto alegre lançou ontem o 
cartaz que representará a ci- 
dade durante a Copa do Mun- 
do de 2014. O desenho foi de- 
senvolvido pelo o designer 
gráfico Mauricio Pamplona. 
Sua imagem foi selecionada 
pela Fifa, após a apresentação 
de diversos trabalhos à enti- 
dade que rege o futebol. 

Pamplona teve como ob- 
jetivo em sua ilustração mos- 
trar o pontapé inicial do Mun- 
dial na cidade e os benefícios 
que o evento trará para a capi- 
tal gaúcha. 

Para promover o cartaz, os 
jogadores dos dois times e de- 
zenas de crianças entraram 
no gramado do Beira-Rio ves- 
tindo camisetas que estampa- 
vam a imagem. 

© METRO 





Cartaz foi apresentado no gramado do Beira-Rio 1 cristine rochol/pmpa 



Itália. Com gol de 
Robinho, Milan vence 
clássico contra a Juve 



Apesar da campanha fraca 
na atual temporada euro- 
peia, o Milan venceu ontem 
o clássico contra a Juventus 
por 1 a 0. O gol da partida 
disputada em Milão foi mar- 
cado por Robinho, cobran- 
do pênalti. 

Mesmo com a derrota, a 
Juventus segue liderando o 
Campeonato Italiano, com 
quatro pontos de vantagem 
para a Fiorentina. 

Após ter conquistado o 
título de maneira invicta na 
última temporada e ter al- 
cançado a marca de 49 par- 
tidas sem perder na compe- 
tição, a equipe de Turim já 
foi derrota nessa temporada 
por Milan e Inter de Milão. 
Os três pontos, deixaram o 
time de Robinho na oitava 
colocação. © METRO 




De pênalti, Robinho marcou o gol 
da vitória | Alessandro bianchi/reuters 




SÁBADO 



1 x 1 

VASCO FLAMENGO 



1 x 1 

C0RINTHIANS SANTOS 



ONTEM 



BOTAFOGO 



2 x 3 



MH* 



PALMEIRAS 

c: 

INTER 



1 
o 



ATLETIC0-MG 

x 2 

ATLÉTIC0-G0 



CRUZEIRO 

o 

PONTE PRETA 



FIGUEIRENSE 



x 2 

PORTUGUESA 



x 1 



C0RITIBA 
I HJJ4 ] 

V 

SÃO PAULO 



1 



SP0RT 



BAHIA 



x 0 



x 4!^ 

GRÉMIO 

x 1 % 

FLUMINENSE 

x 1 # 

NÁUTICO 



CLASSIFICAÇÃO 







P 


V GPSG 


12 


FLUMINENSE 


77 


22 


60 


29 


22 


GRÉMIO 


70 


20 


56 


23 


32 


ATLÉTICO-MG 


69 


19 


61 


26 


42 


SÃO PAULO 


63 


19 


56 


20 


52 


C0RINTHIANS 


57 


15 


50 


14 


62 


VASCO 


55 


15 


43 


0 


72 


BOTAFOGO 


54 


15 


58 


10 


82 


CRUZEIRO 


52 


15 


45 


-3 


99 


INTERNACIONAL 


51 


13 


44 


4 


102 


SANTOS 


50 


12 


47 


4 


112 


FLAMENGO 


49 


12 


37 


-7 


122 


PONTE PRETA 


47 


12 


37 


-7 


132 


NÁUTICO 


46 


13 


43 


-8 


142 


C0RITIBA 


45 


13 


50 


-10 


152 


PORTUGUESA 


44 


10 


39 


-2 


162 


BAHIA 


44 


10 


36 


-5 


172 


SP0RT 


41 


10 


39 


-16 


182 


PALMEIRAS 


34 


9 


38 


-13 


192 


ATLÉTIC0-G0 


30 


7 


37 


-29 


202 


FIGUEIRENSE 


30 


7 


39 


-30 


■ Classificados para a Libertadores 


Rebaixados para a Série B 







20 gois 

tem o atacante Fred, do 
Fluminense, artilheiro do 
Brasileirão. Ele deixou sua 
marca ontem, contra o Sport.